O vereador Afrânio Cardoso de Lara Resende (PROS) pediu bom senso dos organizadores de eventos em Uberaba. Ele comentou no Plenário sobre o Projeto de Lei de autoria dele que foi aprovado no Legislativo e sancionado pelo prefeito Paulo Piau, que exige a instalação de câmeras de videomonitoramento nos eventos realizados na cidade.

Afrânio relembrou a luta para conseguir a aprovação do PL, enquanto vários casos de violência e até homicídios foram registrados na cidade durante a realização de shows. Ele lembra que grande parte dos frequentadores destes locais são adolescentes, sendo que a maioria vai para curtir, deixando os pais preocupados. A instalação de câmeras em pontos estratégicos tem como objetivo coibir este tipo de problema.

Ainda de acordo com o vereador, ele pediu à Prefeitura que só libere o alvará mediante a comprovação da instalação das câmeras, o que foi aceito pelo Executivo. Ele aproveitou para alertar que em um evento com cinco mil, seis mil pessoas não podem instalar apenas duas câmeras. "As pessoas precisam ter bom senso, principalmente os responsáveis pela organização dos eventos", afirmou.

Segundo Afrânio, ele espera que um número adequado de equipamentos seja instalado, para que não seja preciso entrar com um novo Projeto, determinando a quantidade de câmeras de acordo com o público. "As pessoas que promovem estes eventos têm que ter a responsabilidade de cumprir o que está na lei, colocando as câmeras em pontos estratégicos, de forma que monitore todo o local", disse o parlamentar.

Para Afrânio é preciso continuar atento à questão, pois teve a possibilidade de constatar pessoalmente que em um show onde havia cerca de 6 mil pessoas colocaram apenas duas câmeras. "Isto não adianta nada", avaliou o vereador.

O vereador Ismar Vicente dos Santos – Marão (PSB) parabenizou Afrânio pelo projeto. "Este projeto é de suma importância para a segurança pública de Uberaba, pois temos o conhecimento dos incidentes ocorridos em shows", comentou Marão. Ele também pediu mais atenção dos organizadores, além de lembrar que "em primeiro lugar vem a segurança das pessoas que estão frequentando os shows".

Afrânio finalizou, afirmando que "mesmo sabendo que a segurança pública cabe ao Estado, nós precisamos fazer a nossa parte".


Departamento de Comunicação

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020