Além de criticar os altos impostos cobrados pelo governo do Estado nas contas de energia elétrica, o vereador Almir Silva também falou sobre o absurdo que é pagar pela taxa de iluminação pública sem ter o serviço disponível, como tem ocorrido em várias situações. Ele citou como exemplo a situação da comunidade rural de São Basílio, entre outros bairros rurais.

“Eu acho um absurdo”, afirmou, “você pega um prédio com cinquenta apartamentos, com um único poste na frente, mas todos os moradores são obrigados a pagar pela taxa de iluminação”, citou como outro exemplo o vereador. Ainda segundo ele, não é justo ninguém pagar por um serviço que não existe, como ocorre na zona rural.

“A alegação é de que a cobrança é feita dividida pelo total da população, mas eu não acho isto justo”, afirmou. Recentemente o Almir enviou um requerimento ao governador Fernando Pimentel, solicitando a revisão do ICMS cobrado nas contas da Cemig, que fica em torno de 30%. De acordo com o parlamentar, uma tributação que torna a energia de Minas uma das mais caras do País.

 

 

*As sessões são transmitidas ao vivo pelo canal da Câmara Municipal de Uberaba no You Tube e pela TV Digital 61.3

 

Jorn. Hedi Lamar Marques
Departamento de Comunicação CMU

19/04/2018

 

 

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020