Audiência discute trânsito da avenida Nenê Sabino

O trânsito na região da Universidade de Uberaba e Faculdade de Ciências Econômicas do Triângulo Mineiro (FCETM) foi tema de uma Audiência Pública realizada no plenário da Câmara Municipal de Uberaba. Foi a segunda reunião para discutir o tema.
Além do vereador Samuel Pereira (PR), que solicitou a audiência, estavam presentes os vereadores Tony Carlos (PMDB), Jorge Ferreira (PMN), João Gilberto Ripposati (PSDB), José Severino (PT), Marcelo Borjão (PMDB), Carlos Alberto Godoy (PTB) e Almir Silva (PR). Também participaram o assessor de Gabinete Clóvis Garcia, representando o prefeito, o secretário municipal de Planejamento, Karin Abud Mauad, o prefeito do Campus Aeroporto da Uniube, Juarez Delfino, e o diretor da FCETM, Marcos Juliano Bordon.
O principal motivo da audiência era discutir possíveis melhorias no trânsito daquela região, onde o fluxo de estudantes é muito grande. Apenas da Uniube são aproximadamente 12 mil alunos. Entre os pontos a serem melhorados estão o embarque e desembarque de passageiros, passagens para pedestres e estacionamento para os ônibus de outras cidades, que hoje ficam parados na praça Pôr do Sol, onde funciona a Aisp Olinda. Uma situação que, segundo o secretário Karin, aumenta a insegurança, com problemas envolvendo drogas, roubos e até mesmo atos sexuais.
O secretário explicou que algumas mudanças já estão sendo realizadas, com instalação de dois semáforos na avenida Nenê Sabino, nos cruzamentos com as ruas Goiás e Antônio Rios. Ainda de acordo com Karin, a geradora do impacto no trânsito, ou seja a Universidade, tem responsabilidade para ajudar a resolver o problema.
O projeto do arquiteto Jaime Lerner, encomendado pela prefeitura, prevê uma série de mudanças, sendo que cerca de 40% deve ser colocado em prática durante as férias, no mês de janeiro. Segundo Karin, desde que assumiu a secretaria há menos de dois anos, já realizou mais de 300 intervenções no trânsito, e só este ano instalou 110 redutores de velocidade a pedido dos vereadores.
Uma proposta apresentada pela Uniube e que ainda será negociada com a prefeitura, é de transferir o trânsito para os fundos da Universidade, desafogando a Nenê Sabino. O vereador Samuel avaliou como positivo o resultado da reunião, onde ficou demonstrado que as mudanças realmente já estão acontecendo, com melhorias já sendo percebidas pela população.
O parlamentar disse que vai continuar fiscalizando e mostrando os resultados para a população. Logo após a reunião os principais envolvidos já se debruçaram sobre o projeto, discutindo outros detalhes. Karin solicitou uma reunião, que deverá ser realizada nesta terça-feira (dia 21), às 15 horas, como forma de dar o pontapé final no estudo de impacto no trânsito da Uniube e do Hospital Universitário.
 

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020