Foto Divulgação

Vereador Cleomar Barbeirinho apresenta local para os representantes da AME, Rildo Antunes Gonçalves e Elaine Alves Mariano

 

O vereador Cleomar Marcos de Oliveira, o Barbeirinho, trabalha para que as atividades da Associação Mineira de Equoterapia possam ser desenvolvidas em área adequada, já que expirou o prazo da cessão da área em que a AME funciona, localizada no Parque Tecnológico na Univerdecidade. Desde então, o parlamentar tem se dedicado à busca de um local apropriado em que a entidade possa se estruturar sem prejuízo para os praticantes e, ao mesmo tempo, mantendo condições adequadas para os animais. É mais uma das prioridades da gestão de Barbeirinho para contribuir com a AME, para a qual inclusive destinou recursos de emenda parlamentar no ano passado. Ele justifica destacando que o trabalho da AME é incomparável, no que se refere a técnicas eficientes para melhorar a qualidade de vida de pessoas com necessidades especiais. Estão entre os atendidos crianças com  Transtorno do Espectro Autista (TEA), que com os métodos utilizados conseguem considerável evolução no sistema cognitivo, responsável pelo processo da aquisição do conhecimento que se dá através da percepção, da atenção, memória, raciocínio, juízo, imaginação, pensamento e linguagem.  "Além disso, é importante ressaltar que a equipe multidisciplinar da AME  se diferencia também pelo amor com que trata os pacientes", frisa. O parlamentar observa que encontrou o local e o Executivo estuda se ele é adequado para posterior concessão do direito real de uso à AME. Barbeirinho disse que está confiante, tanto, que em reunião com o Instituto de Engenharia e Arquitetura do Triângulo Mineiro (IEATM), já ficou acertada a parceria para que a entidade desenvolva o projeto de construção da sede da AME. "Quando plantamos  a semente do bem, o resultado flui", diz. 

Elaine Mariano destaca que a diretoria da Equoterapia Uberaba e todos da família AME só têm a agradecer ao vereador Barbeirinho pelo trabalho e, principalmente pela  maneira amorosa e atenciosa com que ele os trata desde que abraçou aquela causa. "Nós também estamos muito confiantes de que tudo dará certo", cita.

A entidade foi fundada em janeiro de 1998, a AME também leva os benefícios da equoterapia a outras instituições que atendem pessoas com necessidades especiais. A associação é uma instituição filantrópica, sem fins lucrativos, que conta com equipe multiprofissional nas áreas de fisioterapia, psicologia, terapia ocupacional, equitação e medicina. A diretoria é formada por voluntários. A prática da equoterapia objetiva benefícios físicos, psíquicos, educacionais e sociais de pessoas com deficiências físicas ou mentais e/ou comportamentais. Paralelamente, para arcar com as despesas de manutenção, a AME promove eventos beneficentes.

 

Jorn. Rose Dutra

23/04/2019

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020