Câmara Municipal avança em tecnologia com economia e segurança
Acesso à internet passou de 10MB para 100MB, em fibra ótica
Ao assumir a presidência da Câmara de Uberaba, uma das prioridades da administração do vereador Elmar Goulart (SDD) foi investir no setor de informática da Casa, por entender que o avanço da tecnologia é constante, e a CMU não poderia ficar ultrapassada diante de tantos recursos tecnológicos e ferramentas que o sistema oferece para aproximar o Poder Legislativo municipal da sociedade. E o trabalhou combinou atualização tecnológica, eficiência, segurança, economia e praticidade.
Foi diagnosticado pelo diretor de Informática da Casa, Antônio José Bessa, que os recursos disponíveis para os vereadores e funcionários desempenharem suas atividades diárias estavam limitados. "Uma vez identificadas as condições de utilização e demanda, elaboramos um plano de trabalho, visando eficiência e economicidade, adequando a Casa aos melhores recursos técnicos aplicáveis", afirma o diretor.
A partir da identificação dos usuários, condições de utilização dos recursos disponíveis e o apontamento das prováveis facilidades e dificuldades oferecidas pelo sistema de gestão, equipamentos e conectividade, o departamento de informática iniciou a implantação do projeto de reforma tecnológica.
O primeiro passo foi treinar e capacitar os usuários para a utilização do sistema de gestão e recursos, a fim de que as informações se dispusessem de forma precisa, rápida, confiável e segura.
Um dos procedimentos adotados, para solucionar possíveis defeitos e problemas surgidos e reclamados foi a implantação do atendimento online via acesso remoto e on side, diretamente no local de trabalho do usuário, reparando o sistema e orientando quanto à melhor utilização.
Para o sistema funcionar satisfatoriamente, foi necessário aumentar a velocidade de processamento das informações e de conectividade extra e intranet, bem como melhorar o processamento do próprio computador e acesso à rede local e a internet de forma mais rápida e segura. Para que isso acontecesse, disse Bessa, foi preciso fazer uma revisão e manutenção geral, física e lógica, dos equipamentos de informática, da rede de dados interna e dos links de acesso à internet. "Foram corrigidas algumas falhas de sistemas operacionais e aplicativos, assim como a expansão na capacidade de memória dos equipamentos", informou.
A fim de aumentar a velocidade de acesso à internet, com a máxima segurança possível, a CMU contratou um link de 100MB, em fibra ótica, para área administrativa e outro, de igual capacidade, para o anexo dos vereadores. Antes a capacidade era de 10MB, com apenas um canal de dados privados (LPCD) de 1MB, conectando os dois endereços. "Houve a duplicação dos equipamentos de segurança, com utilização de software com tecnologia de última geração, implementada para todas as funções de segurança, possibilitando a detecção e eliminação de ameaças, invasões e vírus, com proteção em nível de aplicação, firewall, VPN (Rede virtual Privada), IDS/IPS (Sistema de Detecção de Invasão/Sistema de Prevenção de Invasão) e demais funções de segurança”, informou Bessa.
Segundo ele a instalação dos serviços de VPN (Rede Virtual Privada) possibilitou a conexão entre os dois endereços com os links de 100MB. Além disso, com a velocidade excelente e a instalação dos serviços de segurança, favoreceu a implantação do recurso de espelhamento do servidor, passando a trabalhar com dois servidores, com as mesmas execuções. "Assim, aumentou a segurança de "não parada", ou seja, se houver um problema em quaisquer dos endereços que culmine na parada de um dos servidores, a conexão direciona automaticamente para o outro, contando ainda com a melhoria no sistema de backup", explicou. 
Com estas ações, a CMU teve uma economia de aproximadamente R$ 20 mil ao longo do ano.
Com referência aos equipamentos, foi contratada uma empresa especializada na manutenção e conserto de microcomputadores, o que possibilitou o reaproveitamento de vários aparelhos e a consecutiva instalação nos departamentos requisitantes.
Para atender aos visitantes e jornalistas, a CMU implantou dois aparelhos para internet sem fio (wireless/WiFi), no prédio da praça Rui Barbosa e no anexo dos gabinetes.
A fim de oferecer rapidez, economia e praticidade na elaboração das indicações, requerimentos e projetos dos vereadores, a Casa instituiu o protocolo on line. "A utilização deste sistema, poderá gerar uma economia de, aproximadamente, R$ 120 mil no ano, com papéis, toner"s, tintas e demais consumíveis, além da agilidade e praticidade no trâmite dos documentos", ressaltou Bessa.
Além disso, a custo zero, a CMU implantou o sistema de Licitação e Pregões Eletrônicos, através do Bolsa/Net. As empresas participantes podem acompanhar todo o processo pelo site da Câmara. Também, pela página da Web, a população pode acompanhar a transmissão das reuniões plenárias, através do sistema streaming

SIGA A CÂMARA

  • (34) 3318-1700

    Praça Rui Barbosa, 250 - Centro

    CEP.: 38010-240

    Uberaba - MG

  • FACEBOOK

    Acesse nossa página no Facebook, acompanhe o dia-a-dia e as notícias de última hora, interaja e participe.

  • YOUTUBE

    Acesse nosso canal no YouTube, acompanhe o dia-a-dia e as notícias de última hora, interaja e participe.

  • FLICKR

    Baixe as fotos do dia-a-dia da Câmara Municipal de Uberaba no Flickr oficial

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020