Câmara promove inaugurações de cunho histórico 
Além da inauguração da TV Digital/Canal Câmara foram realizadas esta manhã (21), outros três eventos, desta vez, de cunho histórico. Dentro de seu projeto de preservação da história da cidade, o Presidente do Legislativo, Luiz Humberto Dutra (PDT), promoveu o descerramento do Busto do Capitão Domingos, que foi o primeiro presidente da Câmara Municipal, instalada no dia 07 de janeiro de 1837, no período da Monarquia. Ele foi o vereador mais votado nas primeiras eleições da Vila e pertencia ao Partido Liberal, sendo eleito, como era conhecido, o Agente Executivo.
Na sequência, foi descerrada a placa de inauguração da sala da Presidência, denominada “Francisco Lopes Velludo”, que foi o vereador mais votado nas eleições de 1959. Elegeu-se pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) e presidiu a Câmara de Uberaba de 1959 a 1960. Por duas vezes concorreu a prefeitura de Uberaba, sendo que a primeira vez perdeu para Artur de Melo Teixeira. Na segundo vez, foi o mais votado de quatro candidatos, tendo disputado o pleito pelo Movimento Democrático Brasileiro (MDB). Devido ao AI-2 e Atos Complementares nº4 e nº25, não pode tomar posse, assumindo o segundo colocado João Guido, visto que este pertencia ao partido Arena, juntamente com os outros dois candidatos, José Tomaz da Silva Sobrinho e Helvécio Moreira de Almeida. O partido Arena obteve o maior número de votos. “Com os Atos Institucionais e Complementares os militares definiram que teríamos apenas dois partidos e que o partido que recebesse a maior votação é que venceria o pleito. Assim, mesmo tendo sido o mais votado, Francisco Velludo não pode assumir a prefeitura, que ficou a cargo do segundo colocado, ou seja, João Guido. São dados importantes da nossa história que estamos trazendo a tona com estes eventos históricos”, explicou Dutra.
Vale ressaltar que o primeiro coração artificial do Brasil se originou de uma conversa entre Francisco Velludo e o médico Adib Jatene. Chico Velludo, como era chamado por Jatene, mostrou a semelhança de uma bomba de óleo com o coração humano. Usando o torno da empresa de Velludo, “A Retificadora”, Jatene deu início à carreira que o consagrou como construtor de equipamentos cardíacos.
Público – Já no Plenário do Legislativo, foi lançado, oficialmente, o projeto Memória Viva, que resgata, preserva e disponibiliza através do site da Câmara Municipal (camarauberaba.mg.gov.br) dados históricos da cidade.  A diretora do Departamento de Documentação e Pesquisa, Sumayra Oliveira, destacou a importância do projeto que garante acesso a toda a população, de documentos históricos, como a primeira ATA do Poder Legislativo. O presidente Luiz Dutra, lembrou de seu projeto de transformar o Paço Municipal Major Eustáquio, em um Centro de Memória e Documentação, no sentido de democratizar as informações e preservar a memória local.
Dutra revelou também, que o trabalho desenvolvido pela Casa obteve credibilidade junto aos Arquivos Nacional, Mineiro, Museus, Universidades, entre outras instituições públicas e privadas. Ainda de acordo com a diretora Sumayra Oliveira, a Câmara adquiriu acervo do Arquivo Público Mineiro, que também são disponibilizados, gratuitamente, para a população através do site.
“Através do projeto Memória Vida, disponibilizamos 113 anos de atas digitalizadas, mais de 2500 fotos, leis históricas e muito mais informações. A Câmara está dando exemplo na preservação da história de nossa cidade”, finalizou o presidente.

SIGA A CÂMARA

  • (34) 3318-1700

    Praça Rui Barbosa, 250 - Centro

    CEP.: 38010-240

    Uberaba - MG

  • FACEBOOK

    Acesse nossa página no Facebook, acompanhe o dia-a-dia e as notícias de última hora, interaja e participe.

  • YOUTUBE

    Acesse nosso canal no YouTube, acompanhe o dia-a-dia e as notícias de última hora, interaja e participe.

  • FLICKR

    Baixe as fotos do dia-a-dia da Câmara Municipal de Uberaba no Flickr oficial

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020