Câmara promove Seminário sobre Memória no Poder Legislativo

A Câmara Municipal de Uberaba realiza, hoje (29/04), o Seminário Regional sobre Memória no Poder Legislativo. A iniciativa do presidente da Casa, Luiz Dutra, em parceria com o Arquivo Público, trouxe ao Plenário acadêmicos e representantes políticos para debate de temas como “Memória e História Política”, “Memória e Histórias de Vida” e “Memória do Poder Legislativo no Triângulo Mineiro” e “Projeto Memória Viva Câmara Municipal de Uberaba”. Na ocasião, também será lançado o Site Memória Viva realizado em parceria com a Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM).
Entre os presentes, vereadores de Uberaba e Santa Vitória, diretora do Arquivo Público, Lélia Bruno, presidente da Fundação Cultura, Fábio Macciotti e representante da Receita Federal Sisenando Ferreira de Oliveira. O objetivo do evento é articular e provocar o 1º, 2º e 3º setores para a reflexão sobre a revitalização do Poder Legislativo e, com isso, desenvolver ações conjuntas que vão ao encontro dessa preservação da história. Segundo presidente Dutra, o seminário visa conscientizar e sensibilizar a população para a importância da memória como identidade histórica e cultural de uma comunidade.
Em relação projeto Memória Viva Câmara Municipal de Uberaba, presidente convida todos a participar emprestando documentos antigos que remontem à história de Uberaba. O material será digitalizado e reproduzido e, logo em seguida, devolvido ao dono. “Nós do Poder Legislativo podemos dar nossa contribuição no processo de preservação da memória. Convido a todos para participar da construção do acervo. Juntos, podemos construir a história de Uberaba”. A diretora do Arquivo Público, Lélio Bruno, por sua vez, enfatizou a importância das câmaras municipais na construção da história dos municípios. Na ocasião, presidente Dutra entregou a Sisenando de Oliveira placa com as notas monetárias que circularam na cidade de 1943 a 1966 para compor acervo da Receita Federal que fez doação de notas durante a Campanha de popularização das cédulas brasileiras.
A Conferência Magna teve como mediador o professor de História da UFTM, Tito Flávio Bellini Nogueira de Oliveira. Ele destacou a importância de espaços que permitem a valorização da história, como o seminário em questão. Também docente da disciplina, Clayton Romano elucidou sobre “História e Política e História Política”. Segundo ele, é tarefa da universidade estabelecer um diálogo direto e sincero com a comunidade. “É preciso aprofundar os canais de comunicação com a população. A história é a condição necessária para que os seres continuem convivendo em sociedade. Fazer história é como respirar. Fazemos todos os dias, mesmo que inconscientemente”.
O primeiro painel “Memórias e Histórias de Vida” contou com a participação da expositora Sumayra Oliveira, diretora do departamento de Documentação e Pesquisa da Câmara Municipal de Uberaba. Ela destacou que a memória é feita por gente que constrói cotidianamente a história do país, do estado, no município. “Ouvir o outro é essencial para compreendê-lo como igual. Por isso, temos que promover a participação de todos na construção da memória”.
O Presidente do Fórum Permanente dos Articulistas de Uberaba e Região e membro da Academia de Letras do Triângulo Mineiro, Engenheiro Civil João Eurípedes Sabino, é autor do Projeto Memorial da Gameleira e explicou sobre a iniciativa aos presentes. Para ele, preservar a história é essencial para construção da identidade de um povo.  
A segunda parte do seminário está previsto para começar às 19h e será apresentado painel “Memória do Poder Legislativo no Triângulo Mineiro”, quando participarão os palestrantes professor Flávio Saldanha, escritor Guido Bilharinho e jornalista Evacira Coraspe. Posteriormente, presidente Dutra e o professor de História da UFTM, Wagner Teixeira, explicarão sobre o Projeto Memória Viva Câmara Municipal de Uberaba e lançamento do Site Memória Viva.  

 

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020