O presidente da Câmara destacou relato da Associação de Despachantes que tem sofrido com a implantação do chamado agendamento eletrônico no setor

 

Demora na expedição de documentos de veículos e emplacamentos pelo setor de trânsito da Polícia Civil em Uberaba foi denunciada ontem (dia 16) em Plenário pelo presidente da Câmara Municipal, Luiz Humberto Dutra (PMDB). Ele está encaminhando requerimento ao deputado estadual Tony Carlos (PMDB) solicitando que seja agendada reunião com o responsável pelo DETRAN/MG, que faz a gestão dos agendamentos para a realização de transferências e emplacamentos de veículos. Dutra considerou um desrespeito o que hoje acontece no setor de vistoria na cidade após a mudança da sistemática e adoção do sistema eletrônico de agendamento.

O presidente do Legislativo recebeu correspondência da Associação dos Despachantes Documentalistas de Uberaba relatando o caos que gerou a implantação do agendamento eletrônico de vistorias. O ofício destaca que o contribuinte para transferir o veículo, somente no agendamento, terá de aguardar 15 dias e, após a vistoria, são mais 10 dias de espera para a confecção do documento, totalizando 25 dias. No caso de compra de um veículo e troca de placas, a situação é ainda pior. Nesse caso são necessários dois agendamentos, sendo 15 dias para a vistoria, 10 para a emissão do certificado e mais 10 dias para marcar a selagem da nova placa, fazendo com que o contribuinte aguarde 35 dias.

A Associação dos despachantes relatou ao presidente da Câmara que a nova sistemática tem causado prejuízos ao cidadão. A entidade cita, como exemplo, o caso de um veículo prestador de serviço (Taxi, caminhão ou ônibus) que precisar de apenas lacrar a placa para seguir viagem. “O proprietário terá de adiar a viagem, pois ninguém correrá o risco de ter o veículo apreendido, e terá de esperar pelo menos 10 dias”.

O presidente da Câmara solicitou que todos os vereadores assinem com ele o requerimento que está sendo remetido ao deputado Tony Carlos. Luiz Dutra destaca também que estará entrando em contato com os delegados da Polícia Civil em Uberaba para tratar do assunto, ressaltando que do jeito que está a prestação do serviço não pode continuar. “O que falta é gestão adequada do serviço. É preciso que haja vontade política para atender bem o cidadão, que está sendo desrespeitado. Afinal todos pagam muitos impostos e precisam ser atendidos com o mínimo de dignidade”, protestou Luiz Dutra.

 

Jorn. Márcio Gennari

Departamento de Comunicação

 

 

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020