A associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ) apresentou nesta quinta-feira (7) uma prévia da Expozebu Dinâmica, que será realizada de 4ª 6 de maio. Um projeto de georeferenciamento da safra do Município também foi apresentado na ocasião pela Emater.

A Câmara Municipal foi representada no evento pelo presidente Luiz Dutra (PMDB) e pelo vereador João Gilberto Ripposati (PSD). O presidente da Emater, Amarildo José Brumano, também prestigiou o evento.

A coordenadora da Expozebu Dinâmica, Icce Garbellini, explicou que a mesma deixou de ser um evento único, para fazer parte de um circuito de eventos da ABCZ. Icce comentou que além da feira em maio, dois dias de campo também integram este circuito. Segundo a coordenadora, várias ações estão sendo realizadas, com a finalidade de divulgar toda a estrutura da Estância e os trabalhos técnicos desenvolvidos no local, que serão mostrados na Expozebu Dinâmica.

O objetivo, de acordo com a representante da ABCZ, é de uma aproximação com os técnicos da Emater. Inclusive no último sábado eles tiveram um dia de campo com material de pesquisa, contando com a presença de integrantes de universidades e do público em geral, mas principalmente, dos produtores rurais da região.

“Nosso objetivo é mostrar para este público o que está acontecendo e que a Estância cada vez mais se efetive com a sua missão, que é de ser uma vitrine de tecnologias para o agronegócio”, afirmou Icce. Ela explicou, ainda que a cada dia recebem mais visitações, de pessoas que querem conhecer as tecnologias utilizadas, com o diferencial de poderem conhecer na prática os resultados, assim como a maneira como elas devem ser implantadas nas propriedades.

“Aqui temos um pouquinho de todas estas tecnologias e inovações, que é o que vai acontecer na Expozebu Dinâmica, com as participações dos parceiros, como a Embrapa, que é co-realizadora do evento. Tudo com a finalidade e levar aos produtores de Uberaba e região as informações técnicas referentes ao agronegócio”, finalizou a coordenadora.

 

Georeferenciamento – O gerente do Departamento Técnico da Emater, Leonardo Kalil, explicou que historicamente a ABCZ tem sido uma grande parceira da entidade, e que a criação da Estância vem ao encontro de uma política nacional de utilizar locais onde se tem referências físicas de tecnologias.

“É importante para os técnicos e produtores poderem visualizar e presenciar a aplicação de tecnologias fundamentais para a agropecuária”, avaliou o gerente. Sobre o georeferenciamento apresentado no evento, Leonardo lembrou que hoje existe uma demanda histórica por dados mais confiáveis sobre as safras agrícolas, o que o Município produz e qual a área utilizada.

O representante da Emater destacou a diversidade de produção e a importância da região, que tem o maior PIB agropecuário do Estado e o quarto do País. Segundo ele, formou-se a proposta de parceria entre a Prefeitura, Emater, Conab, Sindicato Rural, além de envolver outros parceiros, como a Embrapa e a Epamig. 

“Nós estamos desenvolvendo um projeto de uso de geotecnologia, para definir com mais precisão a safra agrícola do Município, e que vai servir de referência para o resto do Estado”, afirmou Leonardo. Segundo ele, é uma iniciativa muito importante, que vai agregar mais qualificação, com informações mais precisas, inclusive para a especulação de mercado. 

Para o presidente do Legislativo, quando se une o Poder Público e a iniciativa privada, principalmente no que se refere ao agronegócio, que é a mola propulsora da região e do Brasil como um todo, é uma demonstração de que a cada dia tem mais aperfeiçoamento, com novas tecnologias e novos empreendimentos. 

Vanguarda. Dutra avaliou que mais uma vez Uberaba sai na frente. Ele disse que todos os envolvidos estão de parabéns, inclusive o Poder Público Municipal, sendo que a Câmara também está engajada neste propósito, para que juntos todos consigam fazer do agronegócio um incremento ainda maior, seja na parte de tecnologia ou de implementos agrícolas.

O vereador Ripposati comentou que eventos como o que foi realizado nesta quinta-feira é uma excelente oportunidade para os produtores, que precisam ser incentivados a participar e buscarem mais informações.

“É um conjunto de parceiros, todos oferecem qualidade, além de informações importantes para fomentar a produção no campo, tanto do pequeno e médio produtor”, disse o vereador. De acordo com Ripposati, ele entende que a participação vai abrir caminhos para novas produções, assim como o fortalecimento daquelas já existentes, com as tecnologias disponibilizadas para o conhecimento dos produtores.

 

 Jorn. Hedi Lamar Marques
Departamento de Comunicação CMU
07/04/1975

 

 

 

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020