Presidente do colegiado ouviu as reivindicações e vai procurar a direção da autarquia no sentido de tentar reabrir as negociações

 

 

Comissão de Assistência aos Servidores Públicos Municipais da Câmara acompanhou ontem, dia 23, a deflagração do movimento grevista dos trabalhadores do Codau, que realizaram assembléia no Centro Operacional da autarquia, localizado na avenida Nenê Sabino. O presidente do Colegiado, Ismar Vicente dos Santos – Marão (PSD) foi chamado pelo sindicato da categoria para participar do evento, onde esteve acompanhado do vereador Franco Cartafina (PHS). Ismar disse que pretende se reunir com o presidente do Codau, Luiz Guaritá Neto, para saber no que pode ajudar para que as negociações possam avançar.

Os vereadores ouviram as reivindicações dos trabalhadores, que querem reabrir as negociações sobre a questão salarial, pedindo reajuste de 11%. Também está em discussão a possibilidade de redução da carga horária. A direção do Codau sugere a diminuição de 40 para 36 horas semanais, enquanto os trabalhadores querem 30 horas, sob a alegação de que o Plano de Carreira da categoria prevê escalas de trabalho de 40 e 30 horas, inexistindo a jornada de 36 horas.

Ismar Marão disse que vai levar a pauta ao presidente do Codau e tentar reabrir as negociações. No entanto, ele destaca ser importante entender, também, as condições da autarquia para conceder os benefícios. Ele disse que o reajuste do tíquete alimentação, concedido como forma de aumento da capacidade de compra dos trabalhadores, já representou gasto significativo para a folha e que o aumento do custo de pessoal acaba refletindo no valor da tarifa pago pelo cidadão.

“Mas nós estaremos acompanhando todos os detalhes do movimento para evitar prejuízos para os trabalhadores e consequentemente à popilação”, finaliza Marão.

 

Jorn. Márcio Gennari            

Dep. de Comunicação 

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020