Matéria aprovada por unanimidade destina R$ 200 mil a propostas eleitas pela Comissão de Incentivo à Cultura

 

Aprovado por unanimidade pelo Plenário do Legislativo Projeto de Lei 160/2014 que abre crédito adicional no Orçamento deste ano no valor de R$200 mil para a aplicação de recursos do Fundo Municipal de Cultura em onze projetos apresentados à Fundação Cultural e selecionados pela Comissão Municipal de Incentivo à Cultura. Para acompanhar a votação, estiveram presentes em Plenário a assessora de Planejamento e Orçamento do Município, Luciana Campos e o assessor jurídico da Fundação Cultural, Frederico Masson.

A Fundação Cultural publicou edital abrindo inscrições para projetos culturais interessados em receber recursos do Fundo Municipal de Cultura. Foram apresentadas 38 propostas e 11 foram selecionadas para receberem média de R$ 20 mil cada. Os projetos escolhidos foram: Voyeur – produção de longa metragem experimental; Princesinha do Sertão; Trilogia sobre Uberaba; Caderno de Chuvas; Hip Hop na Praça; Das Gerais Web TV; Estudo 2 – Desmemoria América Latina; Calçça de Jornal; Murilo Limma Duetos; Maracanã Canto Coral. E Forma e Ritmo Oficinas Culturais.

Na justificativa, o Executivo destaca que a solicitação refere-se ao Programa 363 – Promoção e Difusão Cultural e refere-se à criação de despesa especifica para a execução da Lei do Fundo Municipal da Cultura, dentro da Fundação Cultural de Uberaba, instituídos na Lei 11364/2011 alterada pela 12095/2014.

O vereador Kaká Se Liga lembrou que a destinação de recursos para os projetos é uma forma de fomentar a cultura em seus mais diversos setores. Ele destaca que assim os agentes culturais executam vários projetos e a Fundação, cumpre com seu papel de estabelecer política pública de incentivo à cultura, ao invés de utilizar o recurso na promoção de eventos como carnaval e shows.

O vereador Franco Cartafina (PRB) manifestou a sua satisfação do Projeto Maracanã Canto Coral ter sido selecionado. “Acompanho o trabalho de duas musicistas do bairro com crianças há vários anos e agora conseguiram recursos para ampliar a proposta”, conclui.

UTILIDADE PÚBLICA. Aprovado também nesta segunda-feira, dia 17, pela Câmara Municipal, o projeto que declara de Utilidade Pública o 153º Grupo Escoteiro Uberaba, associação civil de direito privado, sem fins econômicos e de caráter educacional, cultural, beneficente e filantrópico.  O Clube foi fundado em 5 de março de 2014. Um dos dirigentes do grupo, Lawrence Borges participou da reunião e destacou a importância do escotismo na cidade, ressaltando que a prática está contida, inclusive, na Lei Orgânica do Município. O Vereador Franco Cartafina, autor da proposta, defendeu a aprovação do projeto, lembrando várias personalidades da cidade que se formaram tendo o escotismo por base.

 

Jorn. Márcio Gennari

Dep. De Comunicação

17/08/15

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020