A presidente da Comissão de Direitos Humanos e Grupos Vulneráveis, Denise da Supra (PR), quer permitir que os deficientes físicos tenham acesso à sede do Legislativo e os visuais contem com o serviço de comando viva-voz nos pontos de ônibus da cidade.

A vereadora solicitou ao prefeito, Paulo Piau, a instalação de rampa de acessibilidade para que o cidadão com mobilidade especial possa ter acesso ao plenário da Câmara, na rua Manoel Borges. “Com a instalação da rampa, o portador de mobilidade reduzida terá como entrar no prédio pela porta central e não mais pelo portão lateral – estacionamento para motos dos funcionários da Casa”, ressaltou.

Em outro requerimento, Denise pede a instalação de comando viva-voz nos painéis eletrônicos informativos do transporte público. “No Instituto dos Cegos do Brasil Central estão inscritos mais de 250 pessoas com cegueira total ou de baixíssima visão. Segundo informações, não há nenhum painel em braile nos pontos e terminais de ônibus do Sistema BRT em Uberaba.”

Denise ressalta que para os deficientes visuais a situação é muito complicada. “Quando não há ninguém no ponto de ônibus, eles ficam sem informações básicas, como horários e itinerários dos coletivos”, frisou.

 

Jorn. Karla Ramos

Dep.Comunicação

16/02/2017

 

 

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020