Para a vereadora Denise Max (PR), a criação da Superintendência de Bem Estar Animal é um importante avanço para a implementação de políticas públicas voltadas para os animais em Uberaba. O órgão foi aprovado dentro do Projeto de Lei que alterou a estrutura organizacional da Administração Direta do Município, a chamada reforma administrativa do Executivo Municipal. A emenda que criou a Superintendência foi uma das 78 apresentadas pelo Legislativo. 
Denise lembrou que desde o início do seu mandato apresentou requerimentos solicitando a criação da Superintendência. A emenda, que possibilitou a criação, foi assinada pelo vereador Edcarlo dos Santos Carneiro "Kaká Se Liga" (PSL), que ainda estava atuando como líder do prefeito.  
Riscos. Denise voltou a ressaltar que animais soltos aleatoriamente pelas ruas representam um sério problema de saúde pública. "Já existem leis que punem o abandono e os maus tratos. O mais importante agora é conseguir recursos para castrar, colocar chips para identificar os donos, para que eles sejam punidos criminalmente, caso seja necessário", afirmou a vereadora. 
Ainda de acordo com Denise, o poder público precisa ter como meta agir na prevenção, para tentar reduzir o problema do abandono. Ela destaca que muitas pessoas não levam a sério a responsabilidade na hora que decidem criar um animal, que precisam ser vacinados e vermifugados, uma vez que, geralmente, as doenças são transmitidas entre eles.  
A parlamentar ainda comentou que o controle de natalidade é a melhor forma de prevenção, como preconiza a organização Mundial de Saúde. "Apenas construir abrigos não vai resolver o problema", disse Denise, lembrando que animais soltos provocam acidentes e mortes, principalmente nas rodovias. "Cuidar dos animais também reflete na saúde do ser humano", acrescentou. Um balanço realizado no ano passado pelo gabinete da vereadora, junto as Unidades de Pronto-Atendimento (Upas), revelou que foram registrados mais de 700 casos de ataques de cães com mordidas no Município. 
Para a vereadora, é preciso trabalhar, principalmente, com a conscientização das crianças, através de cartilhas e campanhas. Ela lembra que já faz tudo isso, através da Supra, mas quase sem nenhum recurso, e com a criação da Superintendência, espera que isto se torne algo mais abrangente. "Mas para tanto é preciso conseguir verbas", acrescentou.
População. Segundo Denise, hoje existem cerca de 12 mil animais nas ruas da cidade, mas ela acredita que cerca de 80% são semi-domiciliados, ou seja, deixados nas ruas pelos proprietários. "Por isso é importante a existência do chip", afirmou, destacando acreditar que muitos donos só passarão a ter responsabilidades a partir do momento em que começarem a ser punidos.  
A parlamentar citou como exemplo a cidade de Piracicaba, no Estado de São Paulo, onde a multa é de R$ 3 mil pelo abandono do animal, sendo que o proprietário ainda responde criminalmente pela atitude.
Jorn. Hedi Lamar Marques
Departamento de Comunicação CMU
15/05/2015

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020