Durante sua apresentação de Requerimentos e Indicações, no Plenário, a segunda secretária da Mesa Diretora da Câmara, Denise Max (PR), chamou a atenção para o problema de escassez de água na cidade. Denise, que fez uso da tribuna, citou práticas simples, mas que evitam desperdícios, como usar um regador na atividade de molhar as plantas, ao invés de mangueira, reutilizar a água decorrente da lavagem de roupa para limpar a casa, etc. "Temos que pensar no próximo. As pessoas precisam se conscientizar. Existe cidadão que mora em residência com várias caixas de água e que por isso abusa do consumo, lavando carro e calçada, sem se preocupar com o restante da população". E lembrou ainda que existe lei municipal que assegura a aplicação de multa ao cidadão pego em flagrante desperdiçando água.

Segundo o site da Prefeitura, "o Poder Público está autorizado a fiscalizar e multar o desperdício de água e restringir sua utilização exagerada. Conforme a Lei Municipal nº 10.270/2007, constitui desperdício de água: regar jardins, lavar calçadas, ruas e veículos utilizando mangueira ou outro utensílio que permita o escoamento contínuo de água; deixar água tratada correndo continuamente pela rua. Os infratores estarão sujeitos à advertência e, no caso de reincidência, à multa no valor de R$ 185,00". Denise destacouesperar que os fiscais da Secretaria de Trânsito/Departamento de Posturas sejam atuantes e multem aqueles que não respeitam a situação. “"Acho um absurdo essa penalidade, mas infelizmente existem pessoas mal educadas. O ser humano é capaz de destruir e depois reclamar pela falta". Quem presenciar alguma atitude de desperdício de água pode denunciar pelo número da Prefeitura 0800 940 0101 ou pelo Fale 115 do Codau. 

Segundo o presidente da Casa, Elmar Goulart (SD), já passou da hora de se ter um reservatório de contenção no Rio Uberaba, "assim como o de analisar a possibilidade de se trazer água do Rio Grande. Uberaba não pode suportar mais uma seca assim. Temos que criar alternativas para auxiliar a direção do Codau na busca de uma solução para o problema o mais rápido possível. Precisamos de decisões que tragam soluções para o problema".  

O vereador João Gilberto Ripposati (PSDB) frisou que se tivessem sido feitas as barragens no Rio Uberaba e seus afluentes, com o objetivo de se reservar água da chuva, passaríamos agora por esse período sem grandes problemas. "Outra coisa, temos que investir não só na preservação da mata ciliar, mas como também nas matas de topo e de encostas [aquelas que preservam o volume de água da chuva, evitando sua evaporação]". Ripposati sugeriu ainda que seja realizada uma reunião com os órgãos técnicos no assunto para apresentar propostas dos vereadores e se discutir ideias. 


Departamento de Comunicação

SIGA A CÂMARA

  • (34) 3318-1700

    Praça Rui Barbosa, 250 - Centro

    CEP.: 38010-240

    Uberaba - MG

  • FACEBOOK

    Acesse nossa página no Facebook, acompanhe o dia-a-dia e as notícias de última hora, interaja e participe.

  • YOUTUBE

    Acesse nosso canal no YouTube, acompanhe o dia-a-dia e as notícias de última hora, interaja e participe.

  • FLICKR

    Baixe as fotos do dia-a-dia da Câmara Municipal de Uberaba no Flickr oficial

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020