Godoy faz questionamentos a secretário de Educação

O vereador e professor, Carlos Godoy (PTB), presidente da Comissão Permanente de Educação da Câmara, se reuniu hoje (13) com o secretário José Vandir. Godoy revelou sua preocupação com a falta de pagamento das férias das merendeiras do município, contratadas pela empresa Nutriplus. O vereador ressaltou que sabe que é uma empresa terceirizada, e que não existe prerrogativa para cobrá-los, mas sendo contratada pela prefeitura, deve evitar situações que causem constrangimentos. “Falta de salário gera descontentamento e pode vir a acarretar, até mesmo, paralisação do serviço. Sendo contratada da prefeitura, acho que deveria ser questionada”, avaliou.
Entendo a situação, o secretário de Educação entrou em contato com a empresa que, através de seus representantes, garantiram o pagamento das merendeiras nesta sexta-feira (14) e o fornecimento de cesta básica para os dias 18 e 19 de janeiro.
Arte – Outro assunto tratado na reunião, diz respeito à Lei Federal 11.769 de 18 de agosto de 2008, que trata da Lei de Diretrizes e Bases da Educação, para dispor sobre a obrigatoriedade do ensino da música na educação básica. Godoy lembra que a legislação previa três anos para que os municípios de adequassem. Este prazo, destacou, está vencendo em agosto de 2011, ou seja, no início do segundo semestre.
Ainda segundo o vereador, o secretário garantiu que a administração municipal irá proceder com as adequações, inclusive promovendo Processo Seletivo para contratação de servidores capacitados a dar aulas de música. “Música é sempre bom para desenvolver a razão e a sensibilidade. Neste caso, a obrigatoriedade veio em boa hora, pois analiso esta medida com uma política afirmativa”, destacou.
Mais – Visando discutir outros assuntos relativos à musicalização na rede de ensino, Godoy agendou com Vandir, outra reunião para o dia 27 que terá como tema o projeto Jovem Música. Atualmente o projeto é realizado dentro da Facthus, no contraturno da escola, ensinando música para alunos da rede pública. “Eles estão com algumas dificuldades, que vou apurar e repassar para a secretaria de Educação que é o órgão responsável, pois queremos melhorar ainda mais o projeto”, explicou.
Acompanhamento – Ainda segundo Godoy, ele tem visitado as escolas municipais e estaduais da cidade, com o objetivo de acompanhar a questão das vagas, no sentido de averiguar problemas no cadastramento escolar. Em sua avaliação, houve avanço, mas ainda não está perfeito. “Acredito que dentro de alguns anos, os pais farão matrículas agendadas. Estou acompanhando, tanto nas escolas do município quanto nas do Estado, visto que elas têm uma interface”, explicou.

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020