Kaká Carneiro denuncia falta de médico nas Unidades de Saúde que funcionam em horário estendido em Uberaba. Entre elas está a UMS Nossa Senhora da Abadia, cujo atendimento foi estendido até as 22h desde setembro do ano passado, mas não há médico para atender as os pacientes.

Recentemente, ele esteve “in loco” e comprovou a ausência de profissionais médicos.  “É inaceitável, em plena pandemia, uma unidade em um dos maiores e tradicionais bairros da cidade, não ter médico. Eu não posso acreditar numa situação dessas”, desabafa.

De acordo com ele, a Unidade Básica de Saúde (UBS) deve ser o primeiro lugar para a população buscar tratamento, qualquer que seja o problema de saúde. “Mas como explicar para um cidadão que não tem médico para atender”, questiona.

Segundo ele, a UMS de Abadia deveria prestar atendimento até às 22h “Mas sequer há médico. E o pior, esse problema não é de hoje, e sei que está acontecendo em outras unidades.”, denuncia.

Kakà Carneiro também diz, que caso haja afastamento do médico, seja por motivos de saúde ou outra situação, a obrigação da Prefeitura é colocar outro profissional para substituí-lo, para manter o atendimento.

Para o vereador, o problema é falta de gestão da atual administração que prejudica a população. Além disso, ele afirma que é uma incoerência haver uma “propaganda’ de que há horário estendido, quando sequer há médicos para atender as pessoas. “Não culpo os médicos. É um descaso da Prefeitura”, afirma.

 

Jorn. Daniela Brito

Assessoria do vereador Kaká Carneiro

18/08/2020

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020