Kaká Se Liga  (PSL) protocolou nesta quarta-feira (3), representação no Ministério Público Federal de Uberaba, solicitando a propositura de Ação Cível Pública com objetivo de suspender o aumento da tarifa de pedágio cobrado pela MGO Rodovias para as praças de Uberaba e Delta. Isso porque a decisão judicial proferida pelo órgão em Uberlândia alcançou apenas as praças situadas a partir de Uberlândia, até a divisa com o estado de Goiás e também em Goiás. O documento foi entregue ao procurador da Republica Thales Messias Pires Cardoso.

Para o vereador, a alegação colocada na ação cível pública, assinada pelo procurador da República Cléber Eustáquio Neves, de Uberlândia, que culminou na suspensão do reajuste se aplica, da mesma forma, nas outras praças de pedágio administradas pela MGO Rodovias. Kaká Se Liga destaca anda  que a concessionária também não realizou nenhum tipo de investimento no trecho para justificar o aumento – bem acima da inflação. O valor para veículos de passeio, por exemplo, saltou de R$4,30 para R$5,70. Um reajuste de 32,55%

Ao vereador, o procurador da República afirmou que a representação deve seguir os tramites normais internos do órgão para depois ser analisada. "Demos o primeiro passo, que foi acionar o órgão, em um posicionamento contra este aumento. Agora, vamos aguardar a posição do procurador, que irá tomar as providências necessárias, dentro do que rege a legislação", diz Kaká Se Liga.

O vereador também irá acionar a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que autorizou o aumento, por meio de decreto publicado no Diário Oficial da União.

 

Jorn.Daniela Brito

Assessoria do  Vereador

 

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020