O vereador Ismar Vicente dos Santos “Marão” (PSD) sugeriu ao prefeito Paulo Piau que “importe” mosquitos geneticamente modificados. O objetivo seria combater a epidemia de dengue no Município.

“Marão” encaminhou um requerimento ao chefe do Executivo, solicitando que seja realizada uma parceria com o laboratório britânico Oxitec, uma empresa criada pela Universidade de Oxford para explorar a tecnologia, liberando mosquitos geneticamente modificados na cidade. A empresa montou no Brasil a primeira fábrica de mosquito geneticamente modificado do mundo.

No entendimento do vereador, a medida pode ajudar a eliminar gradativamente a dengue no Município, onde todos os anos são registrados vários casos.

O parlamentar esclareceu que os pesquisadores desenvolveram machos transgênicos do Aedes aegypti (o OX513A), uma vez que a responsável pela transmissão da doença é a fêmea. Eles recebem uma injeção com um gene modificado que carrega a proteína TTA.

A geração que nascer do cruzamento entre os machos modificados e as fêmeas normais vai morrer antes de chegar à fase adulta. “Com isso, a população de mosquitos transmissores deve diminuir a cada nova geração”, afirmou “Marão”.

O mosquito da dengue também transmite outras doenças, como a zica, a chicungunha e a febre amarela.

 

 

 

Jorn. Hedi Lamar Marques
Departamento de Comunicação CMU
14/11/2017

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020