O Plenário da CMU aprovou na reunião desta quarta-feira (08) o Projeto de Lei 199/14, de autoria do vereador Edmilson de Paula (PRTB), que inclui no calendário popular do município a ‘Marcha contra o crack e outras drogas – Caminhada pela Paz’, a ser realizada anualmente no terceiro sábado do mês de junho.

O autor do projeto explicou que o objetivo da Caminhada pela Paz édespertar na comunidade a consciência sobre os perigos do uso de entorpecentes e convocando-a para se envolver no combate a este mal que assola a sociedade. Esclareceu que o manifesto pelas principais ruas e avenidas da cidade é o encerramento de uma semana inteira voltada a palestras, debates e discussões com autoridades e especialistas, a fim de divulgar para a população e famílias que possuem em seu núcleo familiar pessoas com dependência química, os avanços na área da medicina, ciência e novas técnicas terapêuticas voltadas à recuperação dos dependentes. "Queremos com isso, acordar a sociedade e pedir para que lute conosco para acabar com esse mal que destrói a pessoa e a família", disse.

Os vereadores cumprimentaram Edmilson pela iniciativa do projeto e pela luta em busca de meios que amenizem o sofrimento dos dependentes e familiares. Inclusive a vereadora Denise Max (PR) ressaltou que esta é uma das maiores bandeiras da atualidade. "Edmilson esta dando o exemplo de cidadania, honestidade e caráter", afirmou. Falou que com a ‘Marcha’ muitos pais ficarão informados sobre os sintomas do uso de drogas e saberão identificar se o filho está usando entorpecentes.

Luiz Dutra ressaltou a importante de chamar a atenção para esse mal do século, que atinge não só as classes menos esclarecidas, mas a sociedade num todo. Disse que todas as ações que vierem para combater as drogas serão bem vindas. Já o vereador João Gilberto Ripposati (PSDB) acredita que a cura ou prevenção das drogas será através da fé. "Chico Xavier denominava esse método de terapia da fé. Desta forma, em sintonia com Deus estaremos preparados para enfrentar as tentações que são colocadas no nosso caminho", concluiu.

 

Projeto arquivado – Diante do parecer inconstitucional da Comissão de Justiça, Legislação e Redação, alegando vicio de iniciativa, o vereador Paulo César Soares – China (SD), solicitou que o Projeto de Lei 133/14, que cria na estrutura da Secretaria Municipal de Saúde, o Centro de Recuperação de Tabagistas, fosse retirado da pauta e encaminhado para arquivo geral. Informou que dada a importância da proposta, encaminha um requerimento ao prefeito Paulo Piau pedindo a implantação do Centro.


Departamento de Comunicação

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020