A convite do vereador Ismar Vicente dos Santos “Ismar Marão”(PSD), o médico nefrologista Alcino dos Reis Mendes participou da reunião ordinária de terça-feira(21) para falar sobre o Projeto de Lei nº 14/17, em tramitação da Casa, que inclui no calendário popular do município a Semana de Prevenção a Insuficiência Renal.

Ismar Marão destacou que a proposta do PL, de sua autoria, é destinar a semana dos dias 06 a 12 de novembro a promoção de atividades voltadas a prevenção da doença renal. Ressaltou que em Uberaba há médicos gabaritados, da mais alta competência, fato que fez com que o município tornasse referência no tratamento da doença.

Dr. Alcino cumprimentou o vereador pela iniciativa do projeto e salientou que esta é uma doença silenciosa, com incidência e prevalência elevada, que provoca um impacto econômico significativo. Disse que as principais causas da doença renal crônica que são: pressão arterial sistêmica e o diabete, podem ser tratadas nas Unidades Básicas de Saúde.

Acrescentou que 70% dos pacientes não sabiam que era portador de doença renal crônica, quando foi descoberta já apresentava os sintomas, que normalmente aparecem quando tem menos 30% de função renal.

Informou que no Brasil cerca de 20 milhões de brasileiros tem este tipo de doença, sendo que 100 mil estão em hemodiálise.

Alcino informou ainda, que no ano passado o Hospital das Clinicas da UFTM bateu record de transplantes renais, “vinte e um paciente recebeu novos rins e atendemos mais de cem pacientes por mês”, disse. Acrescentou que em Uberaba há três centros credenciados ao Sistema Único de Saúde  para o tratamento da doença – Hospital de Clínicas, Hospital São José e o Instituto de  Hemodiálise e Transplante Renal.

Rubério Santos (PMDB) questionou como descobrir se a doença é crônica ou não. O nefrologista disse que são através dos exames preventivos, realizados pelas UBS, que é possível verificar o grau da doença. Quanto ao centro de hemodiálise do hospital São José, o médico ressaltou que não atua na instituição, por isso não tem informações especificas. Sabe que o hospital atende pelo SUS e tem uma equipe de profissionais competentes e dedicados.

Quanto ao processo de doação de rins, também questionado pelo vereador, dr. Alcino informou que independente de estar ou não autorizado a doação na carteira de identidade, o aval final é da família.

Kaká Carneiro (PR) indagou sobre o número de pacientes que procuram Uberaba para fazer o tratamento. Segundo o médico, cerca de trezentas pessoas tratam nas unidades da cidade e já foi feito oitenta transplante renal, a maioria da cidade de Araxá.

Para finalizar, dr. Alcino esclareceu ao vereador Antônio Ronaldo Amâncio de Souza “Ronaldo Amâncio” (PTB) que é importante conscientizar a população, que o uso indevido de medicamente, principalmente os anti-inflamatórios, pode causar sérias lesões aos rins. Quanto à hereditariedade da doença, questionada pelo vereador Alan Carlos da Silva (PEN), disse que tem uma carga genética significativa.

 

Jorn. Cássia Queiroz

Departamento de Comunicação da CMU

21/03/2017

 

 

 

 

SIGA A CÂMARA

  • (34) 3318-1700

    Praça Rui Barbosa, 250 - Centro

    CEP.: 38010-240

    Uberaba - MG

  • FACEBOOK

    Acesse nossa página no Facebook, acompanhe o dia-a-dia e as notícias de última hora, interaja e participe.

  • YOUTUBE

    Acesse nosso canal no YouTube, acompanhe o dia-a-dia e as notícias de última hora, interaja e participe.

  • FLICKR

    Baixe as fotos do dia-a-dia da Câmara Municipal de Uberaba no Flickr oficial

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020