Esteve presente na última reunião de maio (18) o comando da Polícia Militar de Uberaba, através do Coronel Eliel Alves Junior, Comandante da 5ª Região da PMMG; Ten. Cel. Waldimir Soares Ferreira, Comandante do 4º BPM, Tem. Cel Valdemir José de Freitas, Comandante do 67º BPM e ainda o 1º Tem. Marcos César Rodrigues Alves, Comandante da 147ª Companhia Tática Móvel.

Cel. Eliel fez um resumo simplificado da atuação do comando no município de Uberaba, iniciando pelos dados operacionais referentes ao ano de 2016.

Em termos de índice geral de crime de violência, destacou que quatro regiões alcançaram as metas propostas no ano passado pelo governo do estado e Uberaba ficou em segundo lugar. Quanto as taxas de homicídios, informou que o município ficou em terceiro lugar. A apreensão de armas de fogo, nenhuma região conseguiu aumentar a apreensão de armas de fogo; porém entre todas as regiões que não atingiram, Uberaba ficou em primeiro lugar. A taxa de atendimento a vítimas de crimes violentos, Uberaba ficou em 12º lugar. Quanto a operação da Lei Seca, todas as regiões cumpriram as metas, das 19 regiões Uberaba ficou em 16º. Já a Taxa de reação imediata aos crimes, capacidade de fazer as prisões em flagrantes, nenhuma região conseguiu cumprir efetivamente os cem por cento, mas o município ficou em 7º lugar. NO que se refere as operações comunitárias, ações direcionadas a educação, ninguém alcançou a meta, mas Uberaba atingiu o terceiro melhor resultado.

Após as informações estatísticas, o comandante destacou a função do novo batalhão, que está funcionando provisoriamente na rua Capitão Domingos e a previsão é de que em duas semanas esteja funcionando na sede própria, no antigo prédio onde funcionava o Dnit. Destacou que oficialmente o novo batalhão iniciou suas atividades no dia 18 de fevereiro. Explicou que com o novo batalhão, o comandante do 4º batalhão, que tinha responsabilidade de atuar em toda a cidade e em alguns municípios no entorno de Uberaba, agora fica restringida, para que possa se dedicar mais à fração que será de sua responsabilidade, a exemplo, metade da cidade, e ainda assim, se desonerar das atribuições administrativas.

O comandante do 67º BPM, Ten. Cel Valdimir Freitas, acrescentou que a unidade conta com um corpo administrativo bem enxuto, com seção operacional e de inteligência.

Os vereadores aproveitaram a presença dos comandantes para reivindicar ronda policial mais efetivas alguns bairros da cidade, em especial aos que foram criados recentemente, onde já se constata aumento de roubos e outros crimes.

O cel. Eliel disse que as demandas serão direcionadas ao batalhão da área respectiva, mas lamentou o fato do comando policial não ter sido consultado, para saber se o batalhão teria condições de atender o setor.

Foi questionado pelos parlamentares a eficiência das câmeras Olho Vivo. O comandante destacou que o sistema é eficaz e que tem dado excelente retorno. Disse que são poucas as câmeras que estão inoperantes e a manutenção é de responsabilidade da prefeitura. O coronel informou que, segundo o secretário de Defesa Social, Trânsito e Transporte do município, Welligton Cardoso Ramos, o processo para contratar a empresa está fase de conclusão.

Para encerrar, o presidente Luiz Humberto Dutra (PMDB) ressaltou que a Câmara Municipal está organizado um seminário sobre Segurança Pública, onde a comunidade poderá participar com sugestões e se inteirar de como está o sistema de segurança no município.

 

Jorn. Cássia Queiroz

Departamento de Comunicação da CMU

18/05/2017

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020