Parlamento Jovem é instalado em Uberaba
Solenidade de instalação do Parlamento Jovem de Minas em Uberaba, nesta quinta-feira (4),  no Plenário da Câmara de Vereadores,  foi marcada pela latente emoção do autor do projeto, vereador Franco Cartafina Gomes (PRB), e pela alegria da ex-vereadora Marilda Ribeiro, que, no ato, representava a Secretaria Municipal de Educação/PMU,  autora do projeto Vereador Estudante, que inspirou O PJ Municipal. Cartafina ressaltou que o trabalho será realizado em parceria com os professores e  que não tem a vaidade de fazer sozinho, mas com o apoio dos demais vereadores.
 
O evento contou com a presença da gerente geral da Escola do Legislativo da Assembleia de Minas Gerais, Ruth Schmitz, que parabenizou Cartafina e os demais vereadores da CMU, pois, em Minas, contando com Uberaba, agora há 18 municípios com Parlamento Jovem, que até 2010 existia apenas em Belo Horizonte e, deste ano em diante, transformado em projeto estadual. Ela explicou que a dinâmica do programa prevê  etapa municipal com estudo das temáticas e conhecimento do papel do Poder Legislativo. “Neste período eles vão se familiarizar para propor soluções por meio de um documento a ser entregue ao Poder Público local”, frisou. 
 
Disse, ainda, que Cartafina já havia estado com ela em outras oportunidades, sempre na tentativa de colocar Uberaba no PJ.  Ruth entende que a inserção da juventude na discussão dos problemas é imprescindível e ela está convicta de que os alunos do Colégio Marista Diocesano e da Escola Estadual Corina de Oliveira vão se envolver e apresentar proposta de soluções. Em agosto os alunos se encontrarão em Belo Horizonte para apresentá-las.  “É um projeto que começa no estudo e culmina com ação participativa. Uberaba está de parabéns!”.  Além disso, Schmitz acrescentou que o PJ é um projeto fascinante e evidencia que a política não foi menosprezada pelos jovens.  “Quando o jovem é chamado, participa”.
 
Cartafina agradeceu  a parceria com a Escola do Legislativo, na pessoa de Ruth, destacando  que vem do seio do movimento estudantil e deu apenas o pontapé inicial. “A alegria dentro de mim é latente, mas o trabalho está apenas começando”, ponderou. Falou da sua confiança nas primeiras escolas que participarão do projeto.  Agradecendo a presença dos monitores da UFTM, que trabalharão na iniciativa, garantiu que todos os envolvidos aprenderão um pouco. Cartafina disse, ainda, que quem quiser apoiar será bem-vindo, reiterando que o PJ Municipal quer  contribuir para um futuro com cidadãos conscientes e que a iniciativa possa fazer cada vez mais multiplicadores, pois o trabalho é focado no conhecimento. “Só abrimos as portas agora é trabalhar para chegarmos ao final com um resultado bacana”, finalizou.
 
Ainda compuseram a mesa, o coautor do projeto, vereador Luiz Dutra (PDT); a representante da Superintendência Regional de Ensino, analista pedagógica  Edna Nara Pantaleão Marques; João Batista Peter,  coordenador  da  Escola Estadual Corina de Oliveira, e a jornalista Helena Cunha, representando a diretora do Colégio Marista Diocesano, Renata Junqueira.  Além de vereadores, nas cadeiras reservadas estavam os coordenadores do PJ Municipal,  Rochelle Bazaga e Guilherme Gonzaga Bento. Na plateia, alunos da Escola Estadual Corina de Oliveira, entre eles Diego Lemos, que falou em nome de todos. Simulado inviabilizou a presença de alunos do Colégio Marista Diocesano.
 
Outros posicionamentos – Participou também do evento o vereador de Viçosa (MG), Paulinho Brasília (PPS), em Uberaba, na ocasião, para conhecer a estrutura do Canal Câmara, modelo que pretende implantar em seu município. Ao discursar, o parlamentar explicou que Viçosa já conta com Parlamento Jovem e que este contribui com a diminuição da incidência de drogas entre os jovens naquela localidade. Quanto à TV Digital, Paulinho garantiu que, em viagem a Salvador, foi informado de que “o modelo implantado em Uberaba é considerado o melhor do Brasil”.
Um dos principais defensores do Parlamento Jovem, para o vereador Luiz Dutra (PDT) o envolvimento da sociedade no Legislativo faz parte da democracia e contribui com o desenvolvimento. Quando presidente, o vereador chegou a esboçar projeto semelhante, tendo, inclusive, feito a aquisição de um micro-ônibus para transporte dos alunos. Ao concordar com a afirmação do parlamentar viçosense, o pedetista disse acreditar que o programa tem tudo para auxiliar na redução dos índices de violência e criminalidade em Uberaba. “As ferramentas estão aí. O Canal Câmara é uma delas. Não mediremos esforços para que o Parlamento Jovem seja referência em todo o Estado”.
Ao cumprimentar a iniciativa do vereador Franco Cartafina, em parceria com Dutra, o vereador Cléber Humberto Souza Ramos – Cléber Cabeludo (PMDB) ressaltou que a Câmara Municipal precisa acompanhar e estimular a participação dos jovens na política, pois são eles que conduzirão os rumos da sociedade no futuro. Ao concordar com o colega, vereador Ismar Vicente dos Santos – Marão (PSB) exaltou a proposta que trabalha a formação, não só política, como também cidadã da juventude uberabense.
Vereador Kaká Se Liga (PSL), por sua vez, reconheceu o trabalho da subsecretária de Educação, Marilda Ribeiro, quando vereadora, à frente do projeto Vereador Estudante, em 2003, bem como o empenho do vereador Dutra, quando presidente da Câmara, em implantar o programa em Uberaba. “E, agora, parabenizo o vereador Franco por ter concretizado esse projeto em parceria com a Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Tudo começa na juventude”, destacou.

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020