Projeto de Lei, que busca oferecer o tratamento de saúde bucal adequado às pessoas hospitalizadas, será transformado em requerimento pelo seu autor, o vice-presidente da Mesa Diretora, Agnaldo Silva (PSD), depois de receber parecer de inconstitucionalidade.

A ideia da matéria é instituir no município, a Política Municipal de Proteção à Saúde Bucal da Pessoa Hospitalizada, a qual prevê ações a serem desenvolvidas no âmbito do Sistema Único de Saúde – SUS, com o apoio de especialistas.

Agnaldo enfatizou que esses problemas em questão têm sido cada vez mais reconhecidos como relevantes causadores de impacto negativo no desempenho diário e na qualidade de vida dos indivíduos. “O paciente hospitalizado, mais preocupado com a doença atual, não se atém aos cuidados com sua saúde bucal. Por isso, é de grande importância que haja a inclusão do cirurgião-dentista à equipe multidisciplinar na realização de atividades curativas, preventivas e educativas para integração no contexto da promoção de saúde bucal e, consequentemente, a melhoria do quadro clínico geral do paciente”, acrescentou, afirmando, em seguida, que a importância da higiene bucal para o bem-estar, a prevenção de doenças sistêmicas e a melhor recuperação do paciente hospitalizado não é muito difundido no Brasil.

O vereador recebeu o apoio do colega parlamentar e dentista Alan Carlos da Silva (PEN), que destacou a importância do assunto. “Tratando da saúde bucal, tratamos também da saúde integral das pessoas”, comentou Alan.

 

Jorn. Karla Ramos

Dep. Comunicação da CMU

09/07/2018

 

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020