A 1ª Semana da Adoção de Uberaba e a 5ª Corrida da Adoção foram temas abordados durante a reunião desta quarta-feira (24), a última do mês de abril, no Plenário da Câmara Municipal. A vice-presidente do Grupo de Apoio à Adoção de Uberaba (GRAAU), Jussara Tuma, atendeu a um convite do vereador Alan Carlos da Silva (Patri).

Jussara destacou que a Semana existe também por causa da parceria com a Câmara Municipal. Ela explicou que a corrida deste ano cresceu e os participantes poderão contar também com uma caminhada, além da corrida infanto-juvenil. “Todos podem participar e quem já participou sabe o quanto é emocionante ver os adolescentes disputando uma medalha”, disse a vice-presidente da entidade.

Alan Carlos fez questão de lembrar que ações junto ao GRAAU são desenvolvidas também pelos vereadores Ismar “Marão” (PSD) e Denise Max (PR).

O Dia Nacional da Adoção é comemorado no dia 25 de maio, quando serão encerradas as atividades da Semana. Jussara falou, ainda, sobre o lançamento do livro “Adoção ao Alcance de Todos”, que acontece no próximo mês. Ela explicou que a obra esclarece pontos que provocam preconceitos relativos à adoção, muitas vezes por desconhecimento.

Questionada pelos vereadores, a representante do Grupo disse que o número de adoções cresceu na cidade. De acordo com ela, o que tem chamado mais a atenção é o aumento de adoções de crianças acima dos 5 anos e de adolescentes acima de 12 anos. “Eram casos raros, que hoje são freqüentes na cidade”, afirmou.

Jussara falou também sobre a adoção de portadores de deficiências, dos mais diversos tipos, principalmente crianças mais novas que, segundo ela, são muito decorrentes das famílias. “O amor é o maior dos remédios e o principal para que uma adoção seja bem-sucedida”, acrescentou a vice-presidente da entidade, destacando que o GRAAU é referência em Minas e considerado um dos melhores do Brasil. “O que faz a família não é o sangue, é a construção no dia-a-dia”, constatou Jussara.

O tempo médio para se preparar para a adoção dura de nove meses a um ano em média, explicou a vice-presidente do GRAAU. Depois deste período a pessoa entra na fila de espera, sendo que o perfil desejado é um fator ainda preponderante, que influencia na demora. “O tempo de espera em geral tem sido de até dois anos”, acrescentou, explicando que crianças aptas para adoção estão hoje em aproximação com famílias habilitadas.

Uma outra opção é o chamado apadrinhamento afetivo. Ele funciona como uma forma de dar uma referência afetiva a quem já passou pelo cadastro de adoção e não teve nenhuma família interessada. Podem sair, passear e até mesmo ter autorização para viagem, sempre mostrando que não é uma família, apenas uma referência para a vida”, esclareceu Jussara.

A 5ª Corrida da Adoção será realizada no dia 19 de maio (domingo), com percursos de cinco e dez quilômetros, além da caminhada e corrida infanto-juvenil. O evento inicia a partir das 8 horas, na avenida Santos Dumont, 1.106, e crianças devem chegar a partir das 9h30.

As inscrições podem ser realizadas pelo site http://www.graau.com.br

 

Criação do GRAAU – O Grupo de Apoio à Adoção em Uberaba (GRAAU) foi criado em 2007, a partir do incentivo dado por Psicólogas e Assistentes Sociais da Vara da Infância e Juventude aos pais e pretendentes à adoção cadastrados na comarca.

O GRAAU busca não apenas fomentar a moderna cultura da adoção, mas também propor e viabilizar práticas e políticas que atendam às necessidades de crianças e adolescentes institucionalizados. Dentre tais necessidades está a de propiciar celeridade ao processo jurídico-psicossocial pelo qual passam as crianças e adolescentes institucionalizados, a fim de que retornem rapidamente ao seio familiar, com segurança, ou que sejam encaminhados à família substituta, devidamente avaliada e continuamente qualificada.

Além de participar dos vários projetos do GIPA, em sua maioria voltados para a pré-adoção, o GRAAU desenvolve projetos que trabalham tanto a preparação para a adoção, quanto o pós-adotivo.

Mensalmente, o grupo organiza encontros destinados à troca de experiências. Abertos ao público, eles são realizados na Escola Ricardo Misson, situada na rua Doutor Jesuíno Felicíssimo, 58, bairro Boa Vista.

 

 

 

Jorn. Hedi Lamar Marques

Departamento de Comunicação CMU
24/04/2019

 

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020