A 1ª Semana da Adoção e a 4ª Corrida da Adoção de Uberaba foram temas de uma participação especial no Plenário da Câmara Municipal na manhã desta terça-feira (10). A presidente e a vice-presidente do Grupo de Apoio à Adoção de Uberaba (GRAAU), Viviane Fernandes e Jussara Tuma, participaram da reunião a convite do vereador Alan Carlos da Silva (PEN).

Viviane explicou que a abertura da 1ª Semana de Adoção vai acontecer no dia 20 de maio, terminando no dia 25 do mesmo mês. A 4ª edição da Corrida da Adoção acontece no dia da abertura do evento.

A vice-presidente Jussara lembrou que o vereador Alan Carlos é parceiro e locutor oficial do evento desde a primeira edição. Segundo ela, até mesmo as crianças pequenas podem participar das provas de 50 ou 100 metros. “Nossa maior vitória é que conseguimos fazer com que todas as crianças e adolescentes acolhidos na cidade participem da corrida. É uma felicidade muito grande”, afirmou a representante do Grupo de Apoio.

Entre outras ações desenvolvidas pelo GRAAU, também será realizada uma exposição de desenhos feitos por crianças de 4 a 6 anos de idade, tendo como inspiração uma história de adoção. Além disso, no dia 25 de maio será comemorado o Dia nacional da Adoção (DNA), encerrando a Semana na cidade. O evento está marcado para acontecer às 19 horas, no auditório da UFTM.

Jussara contou que o encerramento vai contar com a presença de um casal que adotou um filho com 18 anos. “Eles mostram que o amor pode ser construído de diferentes formas, é a união da família por amor”, afirmou a vice-presidente.

Para o presidente Luiz Dutra (MDB), é um trabalho muito bonito, que dá vida a quem precisa de vida. Questionadas pelos vereadores sobre quais são os procedimentos para realizar uma adoção, Jussara explicou que o primeiro passo é a habilitação, sendo necessário procurar a Vara da Infância e Juventude, onde é preciso apresentar uma lista de documentos, que está disponível no site do GRAAU.

Na sequência assistentes sociais e psicólogos do Fórum fazem uma avaliação. Se for constatada a condição de estrutura familiar, os interessados serão inseridos em oficinas de preparação, que são realizadas duas vezes por ano, cada uma dividida em nove encontros presenciais, ministrados por psicólogos e assistentes sociais.

Segundo Jussara, ao ser deferida a habilitação, os interessados são inseridos na fila, sendo primeiro na da própria cidade e posteriormente no cadastro nacional.

A vice-presidente contou, ainda, que atualmente existem 62 crianças e adolescentes acolhidos em situação de vulnerabilidade, porém nem todos estão disponíveis para adoção.

Já os casais habilitados, são entre 60 e 70 disponíveis. Outro aspecto mencionado por Jussara é que até os 17 anos, 11 meses e 29 dias, a adoção acontece na Vara da Infância, Após os 18 anos o processo precisa correr em uma das Varas de Família. Quando a adoção envolve irmãos, a finalidade inicial é de serem adotados pela mesma família, mas caso não seja possível, os pais adotivos precisam se comprometer a manter o vínculo entre eles. 

O vereador Almir Silva (PR) também se manifestou sobre o assunto. Ele disse defender que a adoção não pode ser rápida, mas que não pode demorar muito também. Ele contou que conhece um casal bem estruturado, que ficou vários anos tentando adotar uma criança.

 

 

Hedi Lamar Marques
Departamento de Comunicação CMU
10/04/2018

 

 

 

SIGA A CÂMARA

  • (34) 3318-1700

    Praça Rui Barbosa, 250 - Centro

    CEP.: 38010-240

    Uberaba - MG

  • FACEBOOK

    Acesse nossa página no Facebook, acompanhe o dia-a-dia e as notícias de última hora, interaja e participe.

  • YOUTUBE

    Acesse nosso canal no YouTube, acompanhe o dia-a-dia e as notícias de última hora, interaja e participe.

  • FLICKR

    Baixe as fotos do dia-a-dia da Câmara Municipal de Uberaba no Flickr oficial

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020