Ripposati conhece um dos modelos de gestão para o Hospital Regional
Um grupo de vereadores, entre eles o vereador João Gilberto Ripposati (PSDB), conheceu, na manhã desta segunda-feira, o modelo de gestão por Organização Social (OS) para o Hospital Regional José de Alencar Gomes da Silva, que deve entrar em operação no final deste ano. Este é um dos três modelos de gestão propostos pelo prefeito Paulo Piau, que inclui a gestão pela própria Prefeitura ou pela EBSERH (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares). 
O funcionamento do sistema por OS foi apresentado pelo ex-secretário de Saúde do Município de São Paulo, José Maria Orlando, e pelo vereador da cidade paulistana, o uberabense Paulo Frange, no Centro Administrativo. 
O contrato de gestão por OS atende aos princípios constitucionais de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e economicidade. Não visa e tem natureza estritamente social, de interesse público. Também se constitui em um modelo com atendimento 100% SUS, sem privilégios. 
Ripposati demonstrou preocupação quanto ao sistema de contratação de trabalhadores, que deverá acontecer dentro do regime celetista. Também quis saber se o contrato de gestão prevê cumprimento de metas de atendimento.  O secretário de Saúde, Fahim Sawan, explicou que um estudo epidemiológico vai determinar a demanda e as metas a serem alcançadas pela OS e destacou a importância do modelo para regular a rede de saúde. 
Nas próximas semanas, o plenário da Câmara deve apreciar e votar projeto de lei do Executivo que definirá o modelo de gestão do Hospital Regional. 
Jornalista Cleide Mariano
Assessoria do vereador João Gilberto Ripposati
Tels: (34) 9123-0815/9976-2939

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020