Samir ainda espera reunião com Ministro para discutir inclusão de muros no Minha Casa Minha Vida
O vice-presidente da Câmara Municipal, vereador Samir Cecílio (PR), continua aguardando uma resposta do Ministério das Cidades. O legislador solicitou uma reunião com o Ministro Aguinaldo Ribeiro, para discutir a importância da inclusão de muros no Programa Minha Casa Minha Vida.
Como ex-presidente da Companhia Habitacional do Vale do Rio Grande (Cohagra), Samir conhece bem o Programa, e percebeu que o grande problema enfrentado pelos beneficiários é a falta de muros, que retardam a mudança das famílias, principalmente devido à falta de segurança. 
Quando a presidente Dilma Roussef esteve em Uberaba durante a Expozebu, em maio deste ano, o vereador entregou a ela um documento, solicitando a modificação no MCMV. 
O mesmo foi encaminhado para o Ministério das Cidades, o qual encaminhou uma resposta a Samir, de que a prioridade agora é oferecer o piso da casa e não o muro. Outra mudança, com a qual o vereador não concorda, é de reduzir ainda mais o valor mínimo das parcelas, passando de R$ 50 para R$ 25. 
Para o vice-presidente da CMU, poderiam manter os R$ 50, mas oferecer o benefício do muro, tão importante para as famílias. Após a resposta do Ministério, Samir teve a iniciativa de propor uma Moção de Repúdio, assinada pelos 14 vereadores e enviada ao Ministro.
No início de setembro o vereador solicitou uma reunião com Aguinaldo Ribeiro para explicar, através de estatísticas, a necessidade do muro no Minha Casa Minha Vida. "É um benefício que pode atender todo o país", afirmou o representante do Legislativo Municipal. 
Vale lembrar que outra sugestão de Samir, a casa adaptada para cadeirantes, foi apresentada à presidência e encaminhada à Caixa Econômica Federal, que acabou estendendo a possibilidade para o restante do país. Hoje um portador de necessidades especiais e cadeirante pode conseguir uma casa dentro do Programa, totalmente adaptada. 

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020