Vereadores aprovam Lei Estadual proibindo uso de celulares nos bancos

Eles lembram que a Legislação sobre divisórias e câmeras de segurança nos bancos
também existe em nível municipal

Os vereadores Itamar Ribeiro (DEM), Almir Silva (PR), Samuel Pereira (PR) e Afrânio Lara Resende (PP), se colocaram favoráveis as Leis Estaduais, editadas pelo governador Antônio Anastasia, que proíbem o uso de celulares dentro de agências bancárias e bem como determina a colocação de divisórias e de instalação de câmeras de segurança, dentro e fora das agências. Os parlamentares lembram que lei neste sentido foi aprovada na Câmara Municipal de Uberaba, visto a preocupação com a segurança dos cidadãos, ao saírem das agências. “Quando elaboramos e aprovamos a Lei, tínhamos como objetivo, inibir o crime conhecido como – saidinha de banco – o que acredito, é o objetivo do governo mineiro”, destacou Itamar.
Já o vereador Samuel, lembra que agora, com certeza, as agências bancárias irão instalar com mais agilidade as divisórias. “Em Uberaba estávamos cobrando incansavelmente esta adequação. E o próprio Procon estava atento a isso. Com a Legislação Estadual, acredito que em breve tudo será feito”, avaliou.
Sobre as câmeras de vigilância, o vereador Afrânio, que também é policial Civil, destacou que as imagens captadas podem elucidar crimes que eventualmente forem cometidos, bem como inibir a ação de criminosos. Para ele a Lei Estadual vem de encontro a Municipal.
O vereador Almir parabenizou o Governo do Estado e aproveitou ainda para fazer uma cobrança. Ele lembrou que segurança pública é dever do Estado e que medidas para minimizar a criminalidade devem ser adotadas, seja no que diz respeito ao sistema bancário, quanto no comércio. “Cito como exemplo o Olho Vivo, que é um projeto aguardado pela comunidade uberabense e que acredito e espero que, em breve, esteja funcionando. Em relação aos bancos demos um grande passo, mas outros setores ainda carecem de segurança e temos que prosseguir com estas iniciativas que são em prol dos cidadãos”, disse.

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020