Vereadores encontram mais medicamentos vencidos

Incineração de remédios pela Secretaria Municipal de Saúde continua alvo de fiscalização dos vereadores, em especial da Comissão de Saúde e Saneamento da Câmara Municipal. Atendendo a denúncias, esta manhã os membros do colegiado, peemedebista, Cléber Cabeludo (presidente), republicano Samuel Pereira (relator), democrata Itamar Ribeiro de Rezende (DEM) e petista José Severino Rosa (suplente) estiveram em anexo do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador Regional de Uberaba – Cerest, onde encontraram, além dos 500 quilos de medicamentos vencidos no almoxarifado da secretaria, mais duas toneladas estocadas.

Entre os medicamentos, os parlamentares encontraram antibióticos, antiinflamatórios, cateteres, lâminas ginecológicas, dentre outros equipamentos médicos que estão vencidos ou com prazo de validade para 30 de novembro. Neste último caso, Cléber, com o apoio dos demais parlamentares, sugeriu que fossem encaminhados aos hospitais, unidades de saúde e instituições filantrópicas para minimizar o prejuízo da incineração, bem como os danos aos cofres públicos e, com isso, à população.

Para Itamar, a queima, apesar de ser o procedimento adequado para descarte, não pode ser a primeira opção adotada pela pasta. “Encaminharemos requerimento ao secretário pedindo informações sobre quais e quantos medicamentos deverão ser incinerados”, defendeu, ressaltando que, assim, terão maior controle na fiscalização. Vereador Samuel, por sua vez, citou exemplo de senhora que procura remédios nas farmácias do município, há quatro meses, e não os encontra. “Se estão incinerando, queremos saber o motivo da falta de remédios à população”, salientou.

A comissão encaminhará requerimento ao secretário de Saúde, Valdemar Hial, solicitando informações sobre quais e quantos medicamentos são enviados pelo governo federal, bem como os que são adquiridos pela Prefeitura Municipal. Para Cléber, o que está faltando é comunicação ente a pasta e os médicos. “Acredito que a secretaria adquiriu grande quantidade de remédios que não estão sendo receitados pelos médicos nas unidades de saúde”, explicou, destacando que acredita que estão sendo estocados no Cerest simplesmente porque o almoxarifado da SMS não possui espaço suficiente. Mas, já para o vereador Itamar, a transferência dos medicamentos e utensílios médicos para o Centro de Referência foi feita na tentativa de esconder a real quantidade desses insumos.

Além do documento, os vereadores voltarão a se reunir com o secretário, quando solicitarão relação, a cada três meses, com os medicamentos que estão com prazo de validade prestes a acabar. Da mesma forma, farão visitas quinzenais às UPA’s e UBS’s, bem como aos estoques no almoxarifado da secretaria, para constatar se há possibilidade de fazer a transferência de alguns medicamentos com vencimento próximo para essas instituições que necessitarem.

 

SIGA A CÂMARA

  • (34) 3318-1700

    Praça Rui Barbosa, 250 - Centro

    CEP.: 38010-240

    Uberaba - MG

  • FACEBOOK

    Acesse nossa página no Facebook, acompanhe o dia-a-dia e as notícias de última hora, interaja e participe.

  • YOUTUBE

    Acesse nosso canal no YouTube, acompanhe o dia-a-dia e as notícias de última hora, interaja e participe.

  • FLICKR

    Baixe as fotos do dia-a-dia da Câmara Municipal de Uberaba no Flickr oficial

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020