Vereadores fazem reivindicações ao presidente do Codau
Ao fazer visita de cortesia à CMU, Luiz Guaritá Neto participou de sessão plenária e ouviu demandas e respondeu aos questionamentos dos parlamentares
Visita de cortesia do presidente do Centro Operacional de Desenvolvimento e Saneamento de Uberaba – Codau, Luiz Guaritá Neto, à Câmara Municipal, na tarde de hoje (12), acabou com sua participação em plenário, durante a segunda reunião ordinária do mês. Na ocasião, os vereadores apresentaram reivindicações ao gestor da autarquia. 
Vereador Cléber Humberto Souza Ramos – Cléber Cabeludo (PMDB) questionou sobre a existência de recursos conquistados durante a gestão do ex-presidente do Centro Operacional, José Luiz Alves, como R$ 53 milhões a fundo perdido para a construção da Adutora do Rio Claro, R$ 14 milhões em conta vinculada à Agência Nacional de Águas – ANA, além de R$ 8,5 milhões deixados, no final do ano, em caixa da autarquia. O vereador também reivindicou agilidade na operação tapa-buracos. “O Codau abre os buracos para manutenção, mas, ao final do serviço, deixam abertos. Isso causa transtornos aos motoristas”, explicou, destacando que a mesma equipe que inicia o serviço deveria entregar a obra pronta, com as aberturas no asfalto reparadas.
No tocante à verba a fundo perdido, Luiz Neto ressaltou que ela realmente existe, porém não foi utilizada por inexistência de outorga do Instituto Mineiro de Gestão das Águas – Igam para dar início à implantação do projeto. “Sem essa outorga, ficamos impedidos de dar andamento a todo processo, a começar pela licitação da obra, pois o recurso é vinculado a essa autorização legislativa”, esclareceu, lembrando que o prefeito Paulo Piau (PMDB) esteve no Ministério das Cidades solicitando o prolongamento do prazo para que o município não perdesse o recurso. 
Quanto à operação tapa buracos, o gestor elucidou que realmente é necessário ter duas equipes envolvidas no trabalho, mas que há o engajamento para reduzir o período entre a abertura no solo para execução de obras e o fechamento da mesma. Quanto aos vazamentos, alvo de inúmeras reclamações da população, ele destacou que, ao assumir a autarquia, o atendimento aos pedidos de reparação estavam com aproximadamente três meses de atraso. “Nosso compromisso é que, em 120 dias, possamos reduzir as reclamações a números considerados normais”. 
Demais posicionamentos – Operação tapa-buracos também foi alvo de sugestões do vereador Luiz Dutra (PDT). Para ele, em que pese não existir duas equipes para finalizar as obras no mesmo dia, máquinas poderiam ser utilizadas para compactação do solo a fim de corrigir o asfalto. “Precisamos realizar um trabalho a altura do povo de Uberaba”, defendeu, cobrando, também, o nivelamento do asfalto, haja vista que, com as ações de recapeamento, os bueiros ficam bem abaixo do solo, danificando veículos ou, até mesmo, causando acidentes. 
Na oportunidade, o vereador Marcelo Machado Borges – Borjão (DEM) reiterou demandas apresentadas anteriormente, como a disponibilização de refeitório aos servidores do Codau e planejamento de abastecimento de água simultâneo a elaboração de projetos de novos empreendimentos habitacionais. Ele também pediu paciência aos críticos do atual governo. “Antes de criticar, as pessoas têm que ver que o Piau teve três meses, enquanto a administração passada ficou oito anos no governo. Os filtros das ETAs têm que ser trocados de dois em dois anos, mas tem oito anos que não foram substituídos. Confio muito que essa nova gestão do Codau desempenhará bem seu papel”.
Ao elogiar o trabalho de Luiz Neto, vereador Paulo César Soares – China (PSL) interrogou se o projeto Água Viva “vai acabar com as enchentes na cidade ou foi dinheiro jogado fora”. Diante disso, o gestor explicou que, com a duplicação dos canais, são reduzidas as chances de alagamentos, o que não significa dizer que acabarão definitivamente. “Afirmar isso é desafiar Deus”, ressaltou, destacando que a frente de trabalho da autarquia trabalha, atualmente, com as obras de microdrenagens nas ruas transversais para evitar que, durante fortes chuvas, volume considerável de água desça para as avenidas.
Vereador Edmilson de Paula, por sua vez, solicitou mais atenção do Executivo ao bairro Gameleiras III, no tocante às bocas de lobo expostas e vazamento de esgoto. Já Kaká Se Liga (PSL) pediu atenção à instalação da proteção nos bueiros da Rua Goiás, bairro Santa Maria. Entre suas reivindicações, vereador Afrânio Cardoso (PP) enfatizou a necessidade de melhoria da qualidade da água distribuída à população. 
Na sua vez, vereador Samir Cecílio (PR) chamou a atenção para a perda de água tratada, devido a tubulações antigas e vazamentos. “São dificuldades inerentes ao desenvolvimento da cidade”, explicou o republicano, esperando que com amplo trabalho essas questões sejam sanadas. Presidente da Câmara Municipal, vereador Elmar Goulart (PSL), destacou a atuação do presidente do Centro Operacional, que, segundo ele, desempenhará um bom trabalho na cidade.

SIGA A CÂMARA

  • (34) 3318-1700

    Praça Rui Barbosa, 250 - Centro

    CEP.: 38010-240

    Uberaba - MG

  • FACEBOOK

    Acesse nossa página no Facebook, acompanhe o dia-a-dia e as notícias de última hora, interaja e participe.

  • YOUTUBE

    Acesse nosso canal no YouTube, acompanhe o dia-a-dia e as notícias de última hora, interaja e participe.

  • FLICKR

    Baixe as fotos do dia-a-dia da Câmara Municipal de Uberaba no Flickr oficial

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020