Violência é tema de discussão na CMU

Parlamentares também externaram pesar com o falecimento do ex-secretário Osório Guimarães Neto

A morte do ex-secretário de Obras, Osório Guimarães Neto, foi lamentada durante sessão ordinária da Câmara, no dia de hoje (8). Apesar de alguns vereadores terem se posicionado na última sexta, quando foram informados da fatalidade, esta tarde os parlamentarem prestaram uma homenagem a Osório, e externaram indignação com os casos de violência que assolam o Estado e também Uberaba. Com experiência no combate a criminalidade, após anos de serviço na Policia Civil, o ex-delegado e vereador Luiz Humberto Dutra (PDT), fez um retrospecto da violência no Estado, e taxou de absurdo a criação de comandos, por parte de criminosos. “Nas décadas de 70, 80 não tínhamos estes casos de seqüestro, comandos de crime. Em Minas, usava-se o lema: seqüestro aqui não tem vez. Agora, vemos meliantes se organizando para formar comando. Isto é um absurdo”, destacou.
Dutra ainda lembrou que, recentemente, estes comandos ameaçaram agentes da Lei, como se nada os intimidasse. Para o ex-delegado “é preciso ações pontuais no desmantelamento destas organizações criminosas, que tem causado o sofrimento de inúmeras famílias e se tornado uma ameaça para os agentes que atuam na segurança pública”. O presidente Lourival dos Santos (PCdoB), ressaltou o trabalho de Osório junto a prefeitura e lembrou que o aumento da criminalidade está ligado também, a falta de estrutura familiar. Para ele, é necessário ampliar ações com o objetivo de cuidar da família, para evitar que crianças e jovens ingressem na vida do crime.
Fazendo coro com Lourival, o vereador José Severino Rosa (PT), também defendeu a valorização familiar no combate à criminalidade e ainda cobrou mais ação do Ministério da Justiça, em relação à legislação criminal. Para Severino MJ deve ser unir ao Congresso para elaboração de leis mais punitivas, inclusive com prisão perpétua. Já o vereador Almir Silva (PR), concordou que se faz necessário também que a classe política, principalmente no congresso, se mobilize. “É na Câmara dos Deputados e no Senado, que devem ser criadas leis mais punitivas e extintas aquelas que facilitam a vida dos bandidos. Infelizmente, estamos vendo homens de bem, como o Osório, perder a vida, por causa da falta de controle da criminalidade. Os bandidos já nem se preocupam mais”, avaliou.
O também policial civil, vice-presidente da Câmara, Afrânio Cardoso de Lara Resende (PP), destacou que a polícia tem se empenhado no combate a criminalidade, mas que os bandidos, infelizmente, tem atuado cada vez mais trazendo transtornos e infelicidade para as pessoas de bem. O vereador Itamar Ribeiro de Rezende (DEM) se solidarizou com a família do ex-secretário e lembrou que além da estrutura familiar é preciso que as pessoas tenham mais religião.
Os vereadores Tony Carlos (PMDB), Jorge Ferreira (PMN), João Gilberto Ripposati (PSDB), Samuel Pereira (PR) e Cléber Cabeludo externaram pesar com o falecimento de Osório, destacando a perda para cidade, de um homem “honesto, integro, excelente pai de família e que muito contribuiu para o crescimento de Uberaba”.

SIGA A CÂMARA

  • (34) 3318-1700

    Praça Rui Barbosa, 250 - Centro

    CEP.: 38010-240

    Uberaba - MG

  • FACEBOOK

    Acesse nossa página no Facebook, acompanhe o dia-a-dia e as notícias de última hora, interaja e participe.

  • YOUTUBE

    Acesse nosso canal no YouTube, acompanhe o dia-a-dia e as notícias de última hora, interaja e participe.

  • FLICKR

    Baixe as fotos do dia-a-dia da Câmara Municipal de Uberaba no Flickr oficial

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020