Votação de projetos encerra reuniões da semana

Foram apreciados projetos que tratam da instalação e/ou ampliação de empresas no município

A votação e aprovação de sete projetos na sessão de hoje, encerrou as reuniões desta semana. Três projetos tratavam diretamente de investimentos na cidade de Uberaba. O PL 050/10 autorizava a concessão de direito real de uso de área para a empresa “Maria de Lourdes de Oliveira – ME – Lavanderia Piauí”. A área fica no Minidistrito do Boa Vista. O PL 048/10, também autorizou a com concessão de direito real de uso de área para a empresa “Silvio de Oliveira Prata Neto – Água Mineral Taquaral”. Os empresários afirmaram aos vereadores, que as empresas estão em fase de ampliação, no sentido de atender a demanda da cidade gerando renda e emprego para o município. Outro projeto referente a empresa, foi o PL049/10, que trata de uma área da prefeitura, localizada no meio de um espaço comprado pelo atacadista Mart Minas, para a construção de sua unidade uberabense, próximo a rotatória da Avenida Santa Beatriz. A área, teoricamente, seria a continuação da rua Minas Gerais, mas por questões técnicas, se tornou inviável ao longo o tempo e estaria, de acordo com a PMU, sem utilidade.
Polêmica – A discussão do projeto levantou polêmica no plenário, visto que o vereador Marcelo Machado Borges, o Borjão, não concordava com a votação “a toque de caixa”, no que considerou um desrespeito ao Legislativo. “Este projeto já veio para votação por três vezes e cheio de problemas. Sou a favor do desenvolvimento e não sou contra a empresa, mas a prefeitura não agiu corretamente com o Legislativo ao mandar o projeto no momento em que loja, praticamente está sendo inaugurada”, disse ele.
Já o vereador Itamar Ribeiro de Rezende afirmou que o projeto estava cheio de vícios e que também concordava com o colega Borjão, sobre o andamento da matéria. Os dois vereadores votaram contra o projeto. Os demais vereadores afirmaram que também estavam preocupados com a questão, mas afirmaram que seriam favoráveis, visto o benefício que a empresa traria para Uberaba, no tocante a geração de emprego e renda. O projeto recebeu 11 votos sim e dois não.

 

 

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020