Transporte Coletivo
Empresários garantem a Samuel que não haverá demissão de cobradores

 
 
Em reunião ocorrida hoje, entre o vereador Samuel Pereira (PR), com os diretores das empresas concessionárias do transporte coletivo de Uberaba, André Barsam (Líder) e Carlos Cherulli (Piracicabana), foi acordado que não haverá demissão de cobradores. Recentemente em plenário, o vereador abriu discussão em torno da questão, visto que vários coletivos estavam circulando sem o profissional. Preocupado com o desemprego gerado pela medida, por diversas vezes o parlamentar questionou e por três vezes convidou os diretores a participar da sessão, o que não ocorreu. Lembrando que na última vez, a maioria dos vereadores assinou requerimento, solicitando respostas a questão, bem como ratificando o convite para os diretores participarem do plenário.
No início da reunião, Samuel questionou a ausência dos profissionais, visto que a legislação municipal proíbe que os ônibus circulem sem cobradores. Os diretores fizeram várias colocações sobre a situação. Eles explicaram que devido a período de férias de alguns profissionais foi feito uma escala especial, retirando alguns cobradores de linhas de baixa demanda de passageiros pagantes e foi oferecido aos motoristas um aditivo de R$ 150. Os diretores destacaram que em outros períodos as linhas eram operadas desta forma, mas sem que os motoristas tivessem qualquer aditivo.
Eles também garantiram ao vereador que as empresas tem mais cobradores trabalhando agora, do que antes, sendo cerca de 20% a mais, do que nas concessionárias anteriores. Por seu lado, o vereador Samuel explicou aos diretores que nunca teve intenção de confrontar as empresas, mas sim de esclarecer uma situação que, realmente, parecia estar fora da legalidade. “Exercemos a função do vereador que é fiscalizar. Defendemos o emprego e o ganha pão de tantas famílias de cobradores. Por isso fizemos os questionamentos”, garantiu.
Outra afirmação feita pelos diretores, diz respeito a cidades como, Ribeirão Preto, Sorocaba, Bauru, Santos, Campos Grande, Joinville, Mogi das Cruzes, Itu e Piracicaba. Segundo eles, nestes municípios algumas linhas já operam sem cobradores, inclusive, com tarifas bem acima das cobradas em nossa cidade.
Empregos – Samuel também foi informado, que além de não demitir, as empresas pretendem estruturar o quadro de funcionários e também contratar novos cobradores. O vereador aproveitou para solicitar aos diretores que façam treinamentos para dar acesso de carreira a todos os funcionários, principalmente aos cobradores, inclusive para tirar suas carteiras de habilitação dando apoio financeiro e condições para que consigam alcançar o posto de motorista ou mesmo ir para a área administrativa das empresas.
Documento – Visando atender o requerimento aprovado na Câmara e encaminhado ao prefeito Anderson Adauto fazendo os questionamentos, Samuel solicitou aos diretores que elaborem um documento esclarecendo as questões para ser enviado ao Executivo e também ao Legislativo para leitura em plenário na primeira reunião de fevereiro.
Na avaliação de Samuel, a reunião foi positiva. “O mais importante foi eles garantirem que não haverá demissão. Os cobradores podem ficar tranqüilos, pois estarei acompanhando esta questão de perto e, se for necessário, acionarei o Ministério Público para que a Lei seja cumprida. Mas espero que os diretores cumpram o acordado”, destacou.

 

 

SIGA A CÂMARA

  • (34) 3318-1700

    Praça Rui Barbosa, 250 - Centro

    CEP.: 38010-240

    Uberaba - MG

  • FACEBOOK

    Acesse nossa página no Facebook, acompanhe o dia-a-dia e as notícias de última hora, interaja e participe.

  • YOUTUBE

    Acesse nosso canal no YouTube, acompanhe o dia-a-dia e as notícias de última hora, interaja e participe.

  • FLICKR

    Baixe as fotos do dia-a-dia da Câmara Municipal de Uberaba no Flickr oficial

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020