Lerin quer combater bullyng nas escolas
  

Um pesadelo que assombra o meio estudantil há anos, a hostilidade física e verbal ente colegas de escola continua fazendo vítimas em todo o mundo. Mas, agora, sob uma nova nomenclatura, o bullyng chamou a atenção da mídia internacional. Muitas vezes, os pais não conseguem detectar que o filho é uma vítima desse comportamento dos colegas ou mesmo menospreza a situação comunicada pelo jovem. Pensando em combater essa situação, pelo menos em âmbito municipal, o vereador Antônio dos Reis Gonçalves Lerin (PSB/Uberaba) encaminhou recentemente requerimento ao prefeito de Uberaba. A ideia, segundo o vereador, é incluir nas escolas públicas um profissional, da área de psicologia, com intuito de atuar como observador do comportamento dos alunos para identificar possíveis assédios por parte de outros alunos que configurem bullyng . O vereador observa que as escolas particulares também podem aderir à ação municipal, contratando um profissional habilitado.
“Piadas, xingamentos, humilhações e até mesmo agressão são coisas que acontecem muitas vezes longe dos olhos de professores e orientadores. Mas é fato que acontecem há muito tempo na sociedade. É preciso acabar com esse tipo de comportamento e conscientizar nossos adolescentes da importância do respeito ao próximo”, explica Lerin. O vereador ressalta que o ser humano carece de orientação de convivência social, que muitas vezes a família não consegue ter estrutura para dar. Por isso, o auxílio de profissional é muito importante. De acordo com Lerin, as pessoas não buscam auxílio psicológico espontaneamente por preconceito.
Dados
O bullying pode ser frequente nas escolas pelo Brasil. Estudo da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos), por exemplo, constatou que o bullyng afeta quase a metade dos alunos das três escolas públicas pesquisadas na cidade. Dos 239 adolescentes entre 11 e 15 anos pesquisados, 47% afirmaram serem alvos de colegas na escola. A criança ou adolescente demora para contar aos pais porque tem receio do que eles vão achar da situação. Há casos em que a família minimiza o ocorrido e, em outros, tem uma reação exacerbada e até procura o outro aluno para repreendê-lo. “Como ainda existe dificuldade em se identificar o bullying nas escolas, solicitei ao prefeito que analise a possibilidade de contratação de profissionais da área da psicologia para identificar tais situações e sugerir medidas para combate ao problema, orientando, inclusive os pais e docentes”, salienta. Psicólogos afirmam que as crianças vítimas geralmente ficam sozinhas ou começam a mostrar resistência para ir à escola, causando transtornos que podem interferir no rendimento escolar e até mesmo na formação psicológica desses jovens.
“Não podemos esperar que tragédias aconteçam para tomar decisões. A violência começa na infância, se não dermos aos nossos jovens um caminho melhor”, afirma Lerin. Para se ter ideia da gravidade da situação, foi noticiado recentemente pela imprensa nacional que a Justiça de Minas condenou um aluno da 7º série recentemente a pagar indenização de R$ 8.000 a uma colega de sala que teria sido vítima de bullying praticado por ele. A decisão foi tomada pelo juiz Luiz Artur Rocha Hilário, da 27ª Vara Cível de Belo Horizonte. O processo afirma que o estudante costumava usar apelidos e fazer insinuações sobre a colega na escola. A acusação afirma ainda que as ofensas ficaram cada mais frequentes e que os pais da menina chegaram a reclamar sobre o comportamento do aluno na escola, mas as hostilidades continuaram. O TJ afirmou ainda que o juiz destacou que, "apesar de ser o garoto acusado ser um adolescente e estar na fase de formação física e moral, há um limite que não deve ser excedido."

 

SIGA A CÂMARA

  • (34) 3318-1700

    Praça Rui Barbosa, 250 - Centro

    CEP.: 38010-240

    Uberaba - MG

  • FACEBOOK

    Acesse nossa página no Facebook, acompanhe o dia-a-dia e as notícias de última hora, interaja e participe.

  • YOUTUBE

    Acesse nosso canal no YouTube, acompanhe o dia-a-dia e as notícias de última hora, interaja e participe.

  • FLICKR

    Baixe as fotos do dia-a-dia da Câmara Municipal de Uberaba no Flickr oficial

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020