O vereador lembra que o projeto foi votado em regime de urgência no ano passado sob o argumento de que as unidades públicas estavam lotadas

O anúncio de que o edital para a licitação da concessão de novo cemitério em Uberaba será lançado nas próximas semanas levou o vereador Marcelo Machado Borges – Borjão (DEM) a reiterar questionamentos ao Governo Municipal sobre o assunto. O projeto que autorizou o Executivo a construir um novo cemitério por intermédio da iniciativa privada foi aprovado em regime de urgência no ano passado. O vereador lembra que, à época da votação do Projeto, um dos argumentos utilizados foi da necessidade imediata de implantar o empreendimento, já que os municipais não comportavam mais a demanda.

No último requerimento sobre o assunto, aprovado no dia 18 de junho no Plenário do Legislativo, o vereador questionou o Poder Executivo sobre os motivos pelos quais ainda não foi implantado o novo cemitério e ainda “qual empresa está habilitada a administrar o empreendimento? E se a Lei aprovada pela Câmara já foi regulamentada? E quando?”

O vereador, no mesmo documento que está sendo reenviado ao prefeito, pede informações quanto a existência de prazo para a implantação do novo cemitério.

‘Borjão’ conta que na ocasião da aprovação do projeto, em virtude da urgência, retirou, a pedido do Executivo, emenda que garantia a construção de outro cemitério público, assim que não houvesse vagas suficientes para famílias impossibilitadas de pagar o particular. “Tal medida visava a beneficiar os mais carentes, pois com a permissão e/ou licença de exploração do serviço pela empresa irá gerar cobrança aos usuários”, conclui o vereador Borjão, que continua esperando respostas do Executivo.  

 

Jorn. Márcio Gennari

Dep. De Comunicação

(5/8/15)

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020