Com o objetivo de atender o sistema Cooperativista, foi aprovado, hoje (29) na Câmara Municipal (CMU), projeto que altera a Resolução nº 2.363/2006, que dispõe sobre o Regimento Interno do Legislativo, versando sobre a criação da Comissão do Cooperativismo na CMU.

De acordo com Agnaldo Silva (PSD), autor da proposta assinada também pelo presidente da Casa Ismar Vicente dos Santos – Marão (PSD), é preciso dar atenção a esse sistema que funciona bem em muitos países. “Parabenizo nossos convidados, que têm lutado muito para que o nosso cooperativismo fique cada vez mais forte. O projeto de hoje faz justiça às cooperativas financeiras, de produção, insumos e serviços na cidade. Um segmento em crescimento, e por isso é preciso a conscientização da população sobre a importância dessas cooperativas para a sociedade”, disse Agnaldo. Estiveram presentes na sessão a presidente do Sicoob/Credmed, Maria Elisa de Poi Cruz, o gerente administrativo da Uniodonto Uberaba, Fabiano Lopes, e o gerente da Unicred, Romes José Lemes. 

A discutida comissão será importante para avaliar as cooperativas de Uberaba, segundo o gerente administrativo da Uniodonto Uberaba, Fabiano Lopes. “Estamos numa preocupação velada com relação ao poder econômico que está chegando a Uberaba. Temos operadoras de saúde do nordeste adquirindo outras operadas em nosso município.  O preocupante é que os recursos delas não ficam por aqui, eles vão embora de Uberaba, ao contrário do trabalho realizado pelas cooperativas uberabenses, no qual as ‘sobras’ são devolvidas aos cooperados de nossa cidade. A comissão será importante para avaliação desse tipo de situação”, ressaltou Fabiano.

Durante a análise da matéria, Agnaldo solicitou à presidência da Câmara para que seja formada a comissão logo após sua publicação oficial. “Que o Legislativo, após a votação, institua rapidamente tal comissão na Casa.”

O projeto cita que compete a Comissão do Cooperativismo manifestar-se sobre todas as proposições relacionadas ao cooperativismo, emitir pareceres quando necessários, ou quando provocada, e manifestar-se sobre a organização da administração direta ou indireta relacionada ao assunto. As Comissões Permanentes são compostas por quatro vereadores.

Marão, em seu pronunciamento, cumprimentou os convidados pelos trabalhos desenvolvidos em Uberaba. “Parabéns às cooperativas, que fazem muito pela nossa cidade, assim como também pelo Brasil”, destacou, acrescentando em seguida que a comissão será instituída com agilidade, após sua publicação oficial, em resposta ao colega Agnaldo Silva.

 

Sobrestados – Na reunião desta terça-feira (29), foram sobrestados os projetos 39/18; 247/19 e 292/19.

 

Jorn. Karla Ramos

Dep. Comunicação da CMU

29/10/2019

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020