Câmara aprova projeto que regulariza fechamento de via no entorno da Escola Uberaba
Após solicitação do vereador Almir Silva (PR) de retorno à pauta do PL 127/12, que regulariza o fechamento de rua entre a Praça Estevam Pucci e a Escola Municipal Uberaba e o prédio do SESC que está ocupado via comodato, a proposta foi discutida na tarde de hoje (8) e aprovada com 13 votos favoráveis e uma abstenção do vereador João Gilberto Ripposati (PSDB). Antes mesmo das discussões, o tucano retirou emenda de sua autoria que estabelece passagem de acesso a pedestres com necessidades especiais e idosos no trecho obstruído.
Segundo Almir, a ação visou unicamente ofertar mais segurança aos estudantes, haja vista o trânsito de pessoas e veículos na rua que dividia a escola. “O trecho bloqueado nunca foi movimentado. Não podemos deixar de ofertar segurança a esses alunos porque algumas pessoas não querem caminhar um pouco mais para chegarem aos seus destinos. Não vejo motivos pra criar essa celeuma por conta de uma pequena volta que, se parar para analisar, não dá o espaço aqui do plenário da Câmara. Está faltando bom senso. Tem mais de mil alunos matriculados nessa escola, diante de três ou quatro pessoas que estão questionando a medida”, explicou, ressaltando a inaplicabilidade da emenda, uma vez que a instituição não possui meios de controlar a passagem das pessoas no caso de propiciarem o acesso.
Ripposati justificou a abstenção ao afirmar que o fechamento da rua contrariou todas as leis do município, haja vista que a ação foi feita antes de projeto de desafetação da via passar pelo crivo dos vereadores. “Se o projeto tivesse vindo à Casa no tempo certo, isso evitaria o imbróglio. O papel do vereador é lutar pelo bem da comunidade, mas pelos caminhos da retidão e da verdade. Ninguém falou de derrubar muro, pedimos apenas uma passagem para os idosos passarem. Mas se isso não é possível, tudo bem. Depois de voltar esse projeto, aí sim a escola poderá utilizar o espaço adequadamente, colocar cobertura se julgar necessário”, salientou o parlamentar, destacando que o PL só veio à Casa após ter recorrido à promotoria para buscar conciliação diante da ação do município.
Para o vereador líder do prefeito, Cléber Cabeludo (PMDB), o fato de Ripposati ter acionado a justiça apenas deu mais segurança para os vereadores votarem a proposta, conforme documento do Ministério Público lido em plenário por Almir na tarde de ontem (7). “Segurança Pública em primeiro lugar. A Escola Uberaba é modelo na cidade e merecia ser contemplada com a aprovação do projeto”. Vereador Tony Carlos (PMDB), por sua vez, complementou que os pais precisam ter preservada a confiança na escola onde deixa seus filhos. “O fechamento da rua foi uma necessidade. São poucos metros que alguns moradores insatisfeitos com a medida terão de andar a mais para chegar do outro lado. Imagine se no meio desse plenário passasse uma rua de acesso ao Elvira Shopping? É o mesmo caso”, comparou.
A diretora da escola, Sônia Manzan, e a secretária municipal de Educação, Mara Denise Bóscolo, acompanharam as discussões e agradeceram a aprovação da matéria. Antes da construção do muro que bloqueia a via, o local era utilizado para embarque e desembarque de crianças nas vans. Agora, o espaço é utilizado provisoriamente como refeitório, e, com a aprovação do PL e consequente regularização da medida, pretende-se construir uma estrutura adequada para este fim. 

SIGA A CÂMARA

  • (34) 3318-1700

    Praça Rui Barbosa, 250 - Centro

    CEP.: 38010-240

    Uberaba - MG

  • FACEBOOK

    Acesse nossa página no Facebook, acompanhe o dia-a-dia e as notícias de última hora, interaja e participe.

  • YOUTUBE

    Acesse nosso canal no YouTube, acompanhe o dia-a-dia e as notícias de última hora, interaja e participe.

  • FLICKR

    Baixe as fotos do dia-a-dia da Câmara Municipal de Uberaba no Flickr oficial

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020