A intenção é garantir que as peças de uso do médium espírita sejam destinadas ao Memorial Chico Xavier, prestes a ser inaugurado

Inclusão de objetos pessoais do médium Chico Xavier em leilão beneficente foi questionada pelo presidente da Câmara Municipal de Uberaba, Luiz Humberto Dutra (SD), durante a sessão ordinária desta quarta-feira. Ele sugeriu a elaboração de requerimento a ser encaminhado ao filho do médium, Eurípedes Higino, solicitando que tais objetos, ao invés de colocados a venda em leilão sejam destinados ao Memorial Chico Xavier, que deve ser inaugurado ainda este ano. O vereador Kaká Se Liga (PSL), chegou a propor que os objetos sejam arrematados e o comprador faça a doação, com direito de ser identificado no local em que forem expostos.

O Leilão Arca de Noé é promoção do Instituto Boa Fé e Rotary Clube Uberaba e visa arrecadar fundos para o Hospital Dr. Hélio Angotti e para a Escola de Surdos Dulce de Oliveira. A intenção do presidente da Câmara é encaminhar ofício para os organizadores do evento solicitando que sejam preservados os objetos pessoais de Chico Xavier, para que eles possam integrar o acervo do Memorial, cuja obra está praticamente pronta no Parque das Américas, ao lado da Mata do Carrinho.

A proposta do presidente contou com adesão de vários outros vereadores, que ressaltaram a necessidade de preservar a memória de um dos mais importantes médiuns espíritas do mundo. A doação do filho de Chico Xavier consiste em um busto, um boné e os óculos usados por ele em vida.

O vereador Kaká sugeriu que as peças sejam levadas a leilão para que haja a arrecadação dos recursos a serem destinados às entidades, mas que os organizadores estabeleçam o compromisso com os interessados na compra de, posteriormente, destiná-los ao Memorial. Na exposição dos objetos, a direção do órgão será obrigada a indicar o nome do doador que arrematou as peças no leilão.

O requerimento deve ser elaborado e apresentado em Plenário nesta quinta-feira, quando todas as propostas deverão ser consideradas. “Tenham certeza, somente o tempo dirá quem realmente foi Chico Xavier, e nós temos a honra de ter vivido e conhecido um homem santo, ou um santo homem”, concluiu Luiz Dutra. 

 

Jorn. Márcio Gennari

Departamento de Comunicação

(12/08;15)

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020