Diretor da CTBC é sabatinado na Câmara

Atendendo solicitação dos vereadores, esteve hoje no plenário, o Diretor Regional da CTBC, Weber Pimenta de Melo. Ele foi questionado pelos parlamentares, sobre problemas técnicos da empresa, taxa de assinatura para telefones fixos e móveis, além de investimentos da CTBC em Uberaba. O vereador João Gilberto Ripposati (PSDB), questionou o diretor sobre o planejamento da CTBC prevendo o crescimento de Uberaba. Ele ainda afirmou que tem percebido problemas técnicos da operadora no que diz respeito às ligações. “Algumas ligações não completam, ou caem no meio da conversa”, explicou, externando questionamento de outros vereadores também.
Segundo Melo, a telefonia móvel tem que ser aprimorada e aperfeiçoada e as tecnologias sucedem umas as outras de forma rápida e, em alguns casos, com esta ebulição tecnológica problemas de operacionalização podem ocorrer, mas que a CTBC tem como objetivo prestar o melhor serviço para a cidade de Uberaba. “Este problema de agora, não tem nada haver com o que ocorreu no início do ano. Estamos fazendo levantamento em toda a cidade para que seja sanado, mas precisamos que as pessoas nos forneça dados da ligação que deu problema, para que consigamos rastrear o problema. Temos equipamentos e indicadores da situação, mas o usuário é o melhor termômetro”, disse o diretor, lembrando ainda que CTBC tem buscado interagir com outras operadoras, visando melhorar ainda mais o serviço de comunicação.
 O vereador Itamar Ribeiro de Rezende (DEM), falou sobre o que ele considera um problema de toda empresa de telefonia, a cobrança da taxa de assinatura. “Sei que é no Brasil todo, mas acho que é necessário que a cobrança seja revista”, disse ele.
O diretor da CTBC informou ao vereador que a empresa irá lançar três produtos que atenderão a demanda da população que não tem condição de pagar a taxa de assinatura, que hoje é de R$ 48 para fixo e R$ 66 para móvel. O vereador Luiz Humberto Dutra (PDT), se posicionou também no que diz respeito à taxa e pediu mais atenção da empresa para os problemas de telefonia móvel que vem ocorrendo.
O vereador segundo secretário da Câmara, Antônio dos Reis Gonçalves Lerin pediu ao Weber Pimenta que a CTBC instale antenas nas cidades de Comendador Gomes e Conquista onde os celulares não pegam. Lerin lembrou que são cidades próximas a Uberaba, onde os cidadãos uberabenses têm muitos parentes e vice-versa. Ripposati também sugeriu a inclusão de Água Cumprida ao pedido do vereador Lerin. Almir Silva (PR), afirmou ser contra a cobrança da taxa que disse ser exorbitante. “Quando diz taxa pensamos em um valor baixo, mas é alto para grande parcela da população. Esta questão precisa ser revista e acho que a CTBC, realmente, tem que sair na frente e buscar alternativas que não lesem os usuários. Quem sabe reduzir o valor, visto que é alto”, disse o vereador.
Segundo o diretor geral, no valor da taxa, 48% são impostos, mas que os planos alternativos que a empresa irá apresentar aos usuários, devem ajudar a resolver esta questão.
O vereador José Severino Rosa (PT) afirmou ao diretor que espera que os problemas apontados pelos vereadores sejam sanados. Ele lembrou ainda que o Grupo Algar é proprietário de uma grande indústria que produz óleo e que, sendo assim, estará encaminhando requerimento, juntamente com o vereador Ripposati, solicitando que o Grupo instale em Uberaba, uma empresa esmagadora de grãos. “Uberaba é uma das maiores cidades produtoras de grãos. Sendo assim, tem espaço para esta empresa. Pedimos atenção com este nosso pedido”, disse o petista, cobrando também a instalação de telefones na comunidade Santa Fé.
Segundo o diretor regional, os telefones começarão a ser instalados na comunidade rural a partir do dia 20 de novembro. Outro investimento que a CTBC fará, segundo Melo, diz respeito à transmissão de imagem. “A CTBC trará para Uberaba uma nova tecnologia, onde, através da própria linha de telefone, será possível receber até dois canais de TV”, disse ele.
O vereador Tony Carlos (PMDB), além de fazer um breve histórico da empresa, aproveitou a oportunidade para fazer algumas cobranças. Tony lembrou que quando o município cedeu a Praça Magalhães Pinto para que a empresa instalasse uma antena no local, ficou acertado que a CTBC, através de contra partida, adotaria a praça, o que ele não tem visto. Outro pedido de Tony diz respeito a abertura de uma loja da própria CTBC, para atender os clientes com problemas, ao invés de franquias.  O vereador pediu ainda mais investimentos da empresa no setor educacional e social.
Weber Pimenta, garantiu a Tony que estudaria as propostas e que buscaria informações sobre as questão da praça do quartel, entre outras questões. O diretor se comprometeu a voltar ao plenário, com novas informações, além de apresentar resultados pertinentes a esta primeira reunião. Ele garantiu ainda que a CTBC mantém alguns investimentos no setor de Educação e outros, e que isso será mantido.

SIGA A CÂMARA

  • (34) 3318-1700

    Praça Rui Barbosa, 250 - Centro

    CEP.: 38010-240

    Uberaba - MG

  • FACEBOOK

    Acesse nossa página no Facebook, acompanhe o dia-a-dia e as notícias de última hora, interaja e participe.

  • YOUTUBE

    Acesse nosso canal no YouTube, acompanhe o dia-a-dia e as notícias de última hora, interaja e participe.

  • FLICKR

    Baixe as fotos do dia-a-dia da Câmara Municipal de Uberaba no Flickr oficial

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020