O presidente da Câmara Municipal, vereador Luiz Dutra (PMDB) está solicitando a Prefeitura que realize melhorias na estrada de acesso a comunidade rural da Palestina. A Indicação foi encaminhada ao prefeito Paulo Piau.

Dutra pede que o Poder Público realize o asfaltamento do acesso entre a rodovia BR-050, na altura do km 151, até a comunidade rural, situada a aproximadamente 52 quilômetros da cidade. O presidente destacou a importância da estrada para o transporte na região.

“Aquela estrada encontra-se em estado catastrófico, o que dificulta a passagem de caminhoneiros, vans escolares, automóveis de passeio, ou qualquer outro meio de transporte”, afirmou o vereador.

A história da estação da Palestina começou a ser escrita no final do século IXX. A linha do Catalão foi construída entre 1888 e 1889 até Uberaba, tendo chegado em dezembro de 1895 a Uberabinha (Uberlândia) e em 1896 a cidade de Araguari.

A linha de ferro era a continuação da linha do Rio Grande a partir da estação de Jaguara, às margens do rio Grande, já em território mineiro. A idéia da Mogiana era alcançar Catalão, em Goiás (daí o nome) e dali seguir para Belém do Pará, coisa que nunca aconteceu. Na verdade, a E. F. de Goiás acabou por construir esse trecho, chegando até Goiânia e Brasília. Em 1915, o ramal de Igarapava foi prolongado, de forma a alcançar a linha do Catalão um pouco antes de Uberaba, em Rodolfo Paixão. A nova linha provou ser mais econômica do que o trecho da linha do Catalão entre o rio Grande e Uberaba, trecho este que foi abandonado definitivamente em 1976, depois de ser separado da linha do Rio Grande em 1970, por causa da construção da represa de Jaguara.

O trecho a partir de Uberaba foi, então, incorporado ao ramal de Igarapava e, em 1979, totalmente retificado a partir de Ribeirão Preto até Araguari. Trens de passageiros percorreram o trecho até 1979, sendo o trecho retificado até 1997, quando foram suprimidos, já pela Fepasa.

A estação de Palestina é uma das poucas que permaneceram junto à linha.
Apesar das retificações realizadas durante o passar dos anos, o prédio ainda mantém suas linhas originais.

Em 1998 a estação ainda era mantida aberta, porém servindo apenas como posto de cruzamento. Desde 2013 o prédio se encontra abandonado.

 

Departamento de Comunicação

 

 

 

 

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020