Garantia foi feita durante reunião com presidente em exercício em Brasília

 

 

Centro de Treinamento de Cartas e Encomendas (CTC), que funciona na rua João Pinheiro, no Boa Vista, não será mais transferido para Uberlândia,  pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (Correios). A garantia foi dada ao vereador Kaká Se Liga (PR) e ao deputado federal Aelton Freitas (PR), pelo presidente em exercício Heli Siqueira de Azevedo, em reunião realizada na tarde desta quarta-feira (30), na sede do órgão, em Brasília.

O CTC funciona há mais de 30 anos em Uberaba e seria transferido para o Centro da cidade vizinha  por decisão do Departamento de Operações, como parte da reestruturação dos Correios. Com isso, Uberaba deixaria de ser referencia regional. E mais: cerca de 200 servidores que atuam no CTC uberabense seriam transferidos para o CTC de Uberlândia, junto com os familiares ou até desligados do cargo. Isso representa R$ 3 milhões em salários. “Agora, isso não irá acontecer. É uma decisão política que conseguimos em Brasília. Uma vitória. Mais uma vez não vamos perder para Uberlândia”, comemora o vereador.

Para Kaká Se Liga, o fechamento do CTC causaria impactos negativos no município, comprometendo a economia local, além do corte de empregos, principalmente de mão de obra terceirizada (vigilantes, faxineiras, estagiários, jovens aprendizes e portadores de deficiência) e ocasionando atraso de ate dois dias na entrega das cartas e encomendas.

O vereador lembra que o CTC de Uberaba trabalha com 140 mil cartas e 7 mil encomendas por mês e atua em área que abrange 72 municípios compreendidos no Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba. Alcança ainda parte  do Centro Oeste Mineiro região de Divinópolis, com 132 cidades. “Não podíamos admitir isso. Nosso CTC é uma referencia regional e continuará sendo, por esta grande decisão dos Correios”, finaliza o vereador.

 

Jorn. Daniela Brito

Assessoria de Imprensa do Vereador Kaká

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020