O prefeito Paulo Piau participou da Reunião Ordinária desta segunda-feira (15) na Câmara Municipal para apresentar o Plano de Governo da atual administração. Também estiveram presentes o vice-prefeito João Gilberto Ripposati, a primeira dama Heloísa Piau e vários secretários municipais.

O chefe do Executivo falou sobre o planejamento do governo para o período de 2017-2020. Segundo Piau, é preciso ter um rumo, ainda mais em um município importante como Uberaba, “é preciso planejar ações”, afirmou o prefeito.

O chefe do Executivo disse que gosta de colocar a cidade nos contextos municipal, estadual e nacional. Ele lembrou que é necessário ter recursos financeiros para as ações, sendo que o mundo está crescendo a mais de 3% ao ano, enquanto a América do sul teve crescimento positivo e o Brasil está passando por um momento muito difícil.

Para Piau, é preciso organizar uma sociedade mais madura. Ele lembrou que no final dos anos 80 a inflação superava os 80% e que após vivermos um regime de ditadura, nos últimos 25 anos estamos tentando democratizar o País. “Ultimamente estamos enfrentando a questão da corrupção, colocando as coisas mais limpas e transparentes”, afirmou, destacando que tudo isso gera um resultado negativo em termos de confiança.

Piau apresentou alguns dados divulgados no site www.desafiosdosmunicipios.com.br, com o ranking dos 110 maiores municípios brasileiros. Uberaba aparece na 81ª posição em contexto populacional, sendo o 25º em relação à educação, 26º em serviços de saúde, 19º lugar em saneamento básico, 47º lugar em segurança pública. Na média geral a cidade está na 24ª colocação.

Segundo o prefeito, os números mostram que a cidade tem qualidade nos serviços prestados à população. Ele disse que a meta é alcançar o município que está em primeiro lugar, Maringá (PR), fazendo com que a cidade melhore cada vez mais. Piau ainda destacou que Uberaba é a 9ª no Estado em valorização imobiliária.

Ainda de acordo com o prefeito, o atual Plano de Governo levou em conta a base de dados da gestão 2013-2016, através da qual foram levantados os aspectos que precisam melhorar. “É preciso pensar Uberaba para os próximos 20 anos”, acrescentou Piau.

Conforme a avaliação do chefe do Executivo, os maiores desperdícios de recursos públicos se devem a ineficiência da gestão e não pela corrupção, conforme temos vistos todos os dias nos noticiários.

Foco para a atual gestão – Na apresentação o prefeito destacou a importância de buscar na comunidade as parcerias convenientes (como manutenção de praças, por exemplo), além das áreas de Educação, saúde, entre outras. A preocupação com a gestão da Prefeitura também foi abordada. “A informática é um aspecto importante e estamos apostando no trabalho da Codiub para aprimorar a gestão”, acrescentou.

A segurança pública é o maior problema apontado, ressaltou Piau, apesar de ser um dever do Estado e responsabilidade de todos. “É preciso trabalhar esta parceria efetiva entre todos os envolvidos. A prefeitura não vai ficar apenas jogando a culpa no Estado e no governo federal, mas este é o grande gargalo do Município”, avaliou o prefeito.

Piau disse que a mobilidade urbana já foi aprimorada e que pretende fazer o mesmo com o atendimento em saúde. Aliás, segundo ele, segurança, saúde e mobilidade urbana foram os três pontos mais apontados. O prefeito falou também sobre a dívida da gestão passada com relação às estradas rurais, além das microdrenagens, tornar o centro da cidade mais atrativo (em breve terão início projetos como do calçadão e da praça Rui Barbosa), ampliar o Pró-Árvore (ele disse que hoje a população pede mais para retirar do que plantar árvores, por uma questão de segurança), e ainda projetos como a Planta de Amônia e o gasoduto, que estão em compasso de espera.

Entre as iniciativas apontadas para 2017, algumas já estão sendo colocadas em prática, como a implantação de comitês em áreas como saúde e segurança pública, e outras como informática e a política de recursos humanos. Piau disse que em 2013 a Prefeitura trabalhou com a Fundação Getúlio Vargas, que contribui muito. “Agora estamos buscando novamente o apoio da FGV para projetos significativos, como a Planta de Amônia e o Gasoduto”, explicou.

Outra parceria apontada pelo prefeito está sendo realizada com o Grupo Falconi, especialista em gestão, para aumentar o nível de receita sem aumentar impostos. Sobre os projetos, ele explicou que cada um dos 97 existentes é monitorado por um coordenador. A previsão é de que todos sejam concluídos ou bem adiantados, até o final da atual gestão.

Ao final da explanação, o prefeito agradeceu o relacionamento com o Legislativo e destacou sua importância. Todos os vereadores tiveram a oportunidade de se manifestar e fazer questionamentos sobre assuntos diversos.

O vereador Agnaldo Silva (PSD) destacou a revitalização do centro da cidade, a mobilidade urbana, a limpeza dos órgãos públicos e a necessidade do plantio de árvores. Alan Carlos da Silva (PEN) destacou o saneamento e a situação do centro da cidade, referente principalmente ao Projeto Água Viva, além dos atendimentos na área da Saúde e a situação do Hospital Regional.

O líder do prefeito na Casa, Almir Silva (PR) falou sobre o Restaurante Popular, pedindo para que o mesmo seja colocado em funcionamento. O vereador Cleomar Marcos de Oliveira “Cleomar Barbeirinho” (PHS) cobrou uma reunião mensal entre o prefeito e os vereadores, além de questões envolvendo problemas de drenagem e saúde.

A vereadora Denise Max “Denise da Supra” (PR), falou sobre o Projeto Vida, lembrando requerimento que enviou para a prefeitura em 2015. A sugestão foi que para cada criança que nascesse, seria plantada uma árvore, tanto na área urbana, quanto na rural. Denise falou, ainda, sobre os pneus e sua reutilização, sugerindo que sejam utilizados na confecção de brinquedos em praças. Outros temas abordados pela vereadora foram o apadrinhamento de praças, a possibilidade de utilizar lixeiras inteligentes nos bueiros, assim como a revitalização das praças e outras áreas públicas.

Fernando Mendes (PTB) comentou sobre a geração de empregos e a revitalização do centro da cidade. Já Franco Cartafina (PHS) falou sobre a importância da sintonia do Executivo com o Legislativo, lembrando que é preciso realizar um pacto pela saúde. “A segurança pública e a saúde são os pontos mais sensíveis e cobrados pela população”, disse o parlamentar.

Saúde, segurança pública e geração de empregos foram destacados pelo vereador Ismar Vicente dos Santos “Marão” (PSD). O vereador Edcarlo dos Santos Carneiro “Kaká Carneiro” (PR) agradeceu aos secretários e destacou os trabalhos desenvolvidos pelo vice-prefeito Almir Silva, assim como pela Codiub. “Kaká” ainda sugeriu uma parceria com as usinas para a manutenção das estradas rurais e falou sobre a saúde no Município.

O presidente Luiz Dutra (PMDB) aproveitou para anunciar que o PPA será votado na próxima quarta-feira (17), pois precisa ser aprovado até 31 de maio. Entre os temas abordados por Dutra estão a construção do Centro Administrativo, a Planta de Amônia e o Gasoduto, a duplicação da BR-262, a utilização das lâmpadas de led pelo Município, segurança pública, a utilização do lixo como transformação em energia elétrica, captação de água, casas populares, recursos para instituições filantrópicas, inclusão digital nas escolas, revitalização do centro da cidade e das praças, Projeto Água Viva, recapeamento das rodovias MG-427 e Ligação 798. Ele também falou sobre os R$ 3 milhões da CMU que estão nos cofres da Prefeitura.

O vereador Antônio Ronaldo Amâncio (PTB) sugeriu a realização de uma audiência pública para criar o movimento Uberaba 200, se preparando para comemorar os dois centenários de aniversário da cidade. Ele ainda falou sobre a reforma do Cine Teatro Vera Cruz e do TEU, a valorização dos parque da cidade, ações de combate as drogas, preservação do patrimônio histórico, melhorias dos centros comerciais dos bairros, parcerias com associações religiosas, geração de empregos nas comunidades rurais, investimentos na saúde básica, assim como o compartilhamento da avenida Leopoldino de Oliveira nos finais de semana e feriados.

Rubério dos Santos (PMDB) disse que sentiu falta de projetos ligados a área de Educação no Plano de Governo. Ele também aproveitou para questionar o tipo de arborização realizado na cidade, sobre a possibilidade de instalar uma UPA na região do Morumbi e demais bairros. Rubério disse também que se preocupa com o Plano de Saúde dos servidores, que foi estendido por mais seis meses, e sugeriu a criação de uma comissão para acompanhar a situação, assim como a utilização da medicina ocupacional pela Prefeitura. Outro assunto abordado por Rubério, foi a construção das marginais da BR-050 e 262 que, segundo o vereador, estão prejudicando os bairros próximos.  

O vereador Samuel Pereira (PR) falou sobre uma emenda de autoria dele, que autoriza instalação de micro e pequenas empresas no Município, além das doações de áreas realizadas pelo Executivo e autorizadas pelo Legislativo, cujas empresas não executaram as obras necessárias e precisam ser fiscalizadas. Samuel também falou sobre o atendimento na área da saúde, a área de obras, construções de Cemeis, além de pedir apoio para a realização de evento que será realizado no Centro Olímpico, reunindo bandas de músicas de várias partes do País. Último a falar, o vereador Thiago Mariscal (PMDB) da mesma forma falou sobre o Restaurante Popular, podas de árvores, o concurso da PMU e a convocação dos aprovados, emendas parlamentares, a atuação do Codau, entre outros assuntos.

Paulo Piau respondeu aos questionamentos dos parlamentares de forma objetiva e ressaltou que as perguntas que não obtiveram respostas, nesta manhã, serão repassadas aos responsáveis da pastas relacionadas e em breve respondidas aos parlamentares.

 

Saúde – “Nunca terceirizamos a saúde nas UBS’s, o comando da política nas Unidades Básicas de Saúde sempre esteve com a Secretaria de Saúde. Mas, acredito que poderíamos ter acompanhado mais intensivamente a gestão da Pró-Saúde – Organização Social de Saúde (OSS). A terceirização das UBS´s era referente somente à sua operacionalização, a OSS era responsável pela contratação de pessoal, abastecimento dos locais com material próprio, etc. Depois da experiência com a Pró-Saúde, partiremos para um modelo de menor custo e que ofereça um serviço mais eficiente para a população.”

 

Restaurante Popular – “Primeiramente, precisamos alterar a legislação sobre o assunto, pois necessitamos de parceria para a gestão do restaurante, caso contrário é abri-lo hoje e fechar suas portas amanhã.  O País registra, hoje, 20 restaurantes populares fechados. O modelo mais interessante que conhecemos até agora desse serviço fica na cidade de Toledo-PR, gerido através de parceria com cooperativa.”

 

Geração de empregos – “Uberaba tem uma economia equilibrada com agricultura e pecuária fortes, com comércio local, regional e parque industrial consideráveis. Temos que trabalhar para fortalecer essa questão e  fortalecer os empresários da cidade. Enxergo quatro áreas promissoras para Uberaba: Logística; Turismo, que caminha de maneia sustentável; Exportação – a Zona de Processamento de Exportação é talvez o início de um processo mais avançado sobre exportação; e Pólo Tecnológico, que começa a dar resultados objetivos e efetivos para a cidade. São áreas que temos que investir com bastante ênfase para a atração de investimentos.”

 

Segurança – “O Governo do Estado, com o objetivo de evitar com que policiais fiquem ‘aquartelados’, está mudando de conceito com relação às Aisps. Por isso, estamos revendo o modelo das Áreas Integradas de Segurança Pública por decisão do próprio Estado, que anseia por mais policiais nas ruas. Com relação ao armamento da Guarda Municipal, isso será uma realidade.”

 

Emenda Parlamentar – “Foram vendidos alguns terrenos públicos, e com essa arrecadação poderemos efetivamente começar a liberar a verba aos parlamentares.”

 

Dutra encerrou a sessão agradecendo a participação e empenho do prefeito e secretários municipais presentes no plenário. “Espero que possamos continuar trabalhando em harmonia, sintonia e parceria em prol da comunidade uberabense”, disse.

 

 

Jornalistas Hedi Lamar Marques e Karla Ramos

Departamento de Comunicação CMU

15/05/2017

 

 

 

 

 

 

 

 

SIGA A CÂMARA

  • (34) 3318-1700

    Praça Rui Barbosa, 250 - Centro

    CEP.: 38010-240

    Uberaba - MG

  • FACEBOOK

    Acesse nossa página no Facebook, acompanhe o dia-a-dia e as notícias de última hora, interaja e participe.

  • YOUTUBE

    Acesse nosso canal no YouTube, acompanhe o dia-a-dia e as notícias de última hora, interaja e participe.

  • FLICKR

    Baixe as fotos do dia-a-dia da Câmara Municipal de Uberaba no Flickr oficial

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020