Severino volta a sugerir implantação de 
Usina de Resíduos Sólidos
Com a polêmica em torno do encerramento das atividades na Pedreira de Léa, novamente, o vereador José Severino Rosa (PT) sugeriu ao Governo Municipal a implantação da Usina de Resíduos Sólidos. Em outubro de 2010, quando a situação da Pedreira culminou em um Termo de Ajustamento de Conduta, junto ao Ministério Público, o vereador Severino, juntamente com o vereador Carlos Godoy (PTB), entregou na prefeitura um protocolo de intenções sobre o assunto, no intuito de que a sugestão fosse estudada e quem sabe implantada.
De acordo com as informações obtidas na cidade de Osasco/SP por José Severino, a Usina tem capacidade para reciclar 25 toneladas de resíduos sólidos da construção civil por hora, sendo que as empresas de caçamba recolhem o material e encaminham a Usina para descarregar, pagando, aproximadamente, R$ 6 a tonelada de entulho. Severino lembrou também que o material é descarregado e triturado, resultando em areia, pedra 1, pedrisco e pedra 4. “Em Osasco algumas ruas foram feitas com este material, precisando apenas da capa asfáltica como complemento. Este material requer apenas 1% de cimento, gerando uma economia de 40% a 60%, sendo que após a reciclagem, o material pode ser usado na construção civil em geral, como piso, reboco, consertos de galerias e calçadas, com exceção de laje e vigamento”, explicou Severino.
Godoy lembrou também, conforme o que já constava no documento entregue a prefeitura em 2010, que a Usina pode ser implantada através de parceira público privada. “Além da reciclagem a estrutura de São Carlos emprega mão-de-obra carcerária, com redução de pena e pagamento de salário a ser resgatado quando ocorrer à saída do detento da unidade prisional. Este projeto, na época, estava orçado em R$ 1 milhão”, afirmou.
Para os vereadores, nestes últimos dois anos, a prefeitura deveria ter estudado com mais profundidade a proposta e talvez encontrado a solução para esta situação. Os vereadores João Gilberto Ripposati (PSDB) e Marcelo Borjão (PMDB) concordaram com Godoy e Severino e destacaram que o “exorbitante preço cobrado pelas empresas de caçamba”, deveria ser discutido, visto que a população não terá condição de bancar um aumento de R$ 90 para R$ 200.
“Temos que encontrar uma solução, pois já tem cidadãos pegando carretas, caminhões de madrugada e jogando os entulhos em terrenos baldios. Não podemos retroceder nas questões ambientais”, finalizou Borjão.

SIGA A CÂMARA

  • (34) 3318-1700

    Praça Rui Barbosa, 250 - Centro

    CEP.: 38010-240

    Uberaba - MG

  • FACEBOOK

    Acesse nossa página no Facebook, acompanhe o dia-a-dia e as notícias de última hora, interaja e participe.

  • YOUTUBE

    Acesse nosso canal no YouTube, acompanhe o dia-a-dia e as notícias de última hora, interaja e participe.

  • FLICKR

    Baixe as fotos do dia-a-dia da Câmara Municipal de Uberaba no Flickr oficial

CÂMARA MUNICIPAL DE UBERABA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020